domingo , 23 abril 2017

Ethereum

Vdice primeiro site de apostas na plataforma do Ethereum

VDice é um jogo totalmente descentralizado implementado no Smart Contract da Ethereum. Ele processou quase 50 mil apostas e distribuiu quase 10 mil eth (US $ 5000 mil) em prêmios.

O jogo vDice tem um token chamado vSlice (VSL). Ele está disponível para compra nas principais exchanges, como liqui.io. Os detentores do token VSL recebem uma parte dos lucros das apostas. Já o token mostra um retorno saudável de mais de 400% nas últimas semanas de negociação.

Construído em contratos inteligentes

Com base em contratos inteligentes (Smarts Contracts) totalmente descentralizados, vDice processa apostas através de um Oracle sem arquitetura de servidor. Como tal, torna o jogo mais fácil e mais confiável.

Como plataforma, os planos do vDice permitem a qualquer pessoa escrever seu próprio contrato inteligente (Dapp) e colocá-lo na rede Ethereum. Desta forma, vDice serve como uma plataforma para os desenvolvedores para mostrar seus jogos Dapps.

Os clientes são atualmente jogadores online que usam tokens digitais como ETH. À medida que o ecossistema Ethereum amadurece, o comércio ativo de tokens “indexados” aumentará. Estes são fichas vinculadas a moedas fiat, permitindo que os usuários efetivamente jogue com moedas fiat usando tokens.

Baseado em SatoshiDICE

O vDice é baseado no SatoshiDICE, o jogo baseado em blockchain mais bem sucedido até hoje. SatoshiDICE representou mais de 75% de todas as transações na rede bitcoin em 2012-2013.

A maioria das apostas, mesmo para criptomoedas, são centralizadas. Apostadores enviam dinheiro para os proprietários do jogo e confiam neles para segurá-lo e, em seguida, pagar no momento apropriado.

A cadeia de blocos Ethereum processa as apostas e paga as vitórias automaticamente aos endereços Ethereum dos jogadores. Ninguém controla o jogo. O código é público e os jogadores controlam seus fundos em suas carteiras em todos os momentos.

Os jogadores não precisam de uma conta para apostar. Eles jogam diretamente de sua carteira ETH. Cada jogo tem um endereço, suas chances de ganhar, um multiplicador de preço, um número de sorte e uma aposta mínima e máxima. Para fazer uma aposta, um jogador envia uma transação diretamente para o endereço Ethereum do jogo. As apostas são razoavelmente justas, e os ganhos são enviados diretamente para suas carteiras.

Como isso aconteceu?

“Os desenvolvedores e eu estávamos falando sobre os melhores contratos inteligentes”, disse o fundador Jason Colby. “Ficou claro que o jogo seria muito bem sucedido. Então decidimos fazer a melhor, mais segura, plataforma de jogo blockchain. Fizemos o clássico SatoshiDICE como um contrato inteligente Ethereum. ”

“Até 2013 (SatoshiDICE) foi responsável por quase todas as transações bitcoin. Então nós fizemos isso para Ethereum “, disse ele. “Usando Ethereum nós fizemos isto totalmente descentralizado, usando contratos inteligentes.”

“Além disso, queríamos mostrar o quão rápido e eficiente você pode fazer transações com Ethereum”, continuou Colby. “O Blockchain é a melhor maneira de fazer isso.”

“Em última análise, vamos continuar a aumentar a eficiência de transações on-blockchain”, disse ele. “Isso significa fazer processamento de apostas on-blockchain tão rápido e barato quanto possível, usando um Oracle (totalmente descentralizado). Já estamos 18 meses à frente da competição por isso.”

Um ‘WordPress Para Jogos’

“Em última análise, vamos transformar vDice no WordPress do jogo”, observou Colby. “Haverá muitos desenvolvedores fazendo jogos Dapps. Os incentivos são muito grandes. Eles não terão tempo para crescer sua própria marca. VDice irá fornecer isso. ”

“Alguém cria seu próprio jogo. Se é bom, eles vão se beneficiar. VDice será como o WordPress do jogo desta forma: uma plataforma para os desenvolvedores para mostrar a sua qualidade dos jogos Dapps. ”

“A vDice imagina um mundo de geeks, em seus quartos, criando jogos em vez de programas do Youtube”, disse Colby. “Não lhes custa nada colocar na rede P2P. Então as pessoas de todo o mundo irão jogar. ”

Aviso: Este artigo é apenas para fins informativos, a informação não constitui aconselhamento de investimento ou uma oferta para investir. Criptomoedas Fácil não é responsável por qualquer conteúdo, produtos ou serviços mencionados no comunicado de imprensa.

As 5 principais criptomoedas alternativas e suas diferenças

Como a maioria dos entusiastas já estão bem cientes existe diferentes grupos de moedas. As principais criptomoedas alternativas (altcoins) estão oferecendo algo aparentemente diferente, enquanto o resto é apenas copia do Bitcoin. No entanto, existem algumas diferenças entre as principais criptomoedas, caso contrário não haveria características importantes que chamassem atenção dos investidores e traders.

05 – Dash (DASH)

Uma das principais coisas que Dash faz bem é fornecer aos seus usuários privacidade adicional ao concluir as transações. A rede da Dash dispõe de Masternodes, além de incentivar os usuários a não gastar seu saldo em suas carteiras. Além disso, a Dash está fazendo bastante impacto na indústria principalmente em pontos de venda por meio de parcerias estratégicas.

04 – Monero (XMR)

Quando se trata em encontrar uma criptomoeda que realize transações anônimas, temos que pensar muito além do bitcoin. Monero hoje lidera essa corrida pelo anonimato, isso devido a alguns conceitos inovadores. A Monero também foi abraçada pelos mercados da darknet porque fornece privacidade e anonimato que não é possível encontrar no bitcoin.

03 – Ripple (XRP)

Embora muitos tenham opiniões bastante diferentes sobre Ripple, não se pode ignorar os benefícios que ela traz para o ecossistema de redes decentralizadas. Ao contrário de outras criptomoedas, o foco principal da Ripple não é ser uma moeda para “especulação”, mas sim em utilidade transacional entre países e grandes instituições financeiras. Dezenas de bancos ao redor do mundo que visam melhorar suas transações e outras operações do dia-a-dia estão olhando para Ripple. Nos últimos dias, o token XRP da Ripple obteve aumento de preço devido a uma nova parceria com algumas instituições financeiras.

02 – Ethereum (ETH)

Desde sua existência muitas pessoas compararam Ethereum com o bitcoin. Isso é como comparar maçãs e laranjas, já que ambos sistemas são totalmente diferentes. A Ethereum concentra-se no lado técnico em desenvolver blockchains, incluindo tokens nativos, contratos inteligentes e aplicações descentralizadas. É possível que todas essas características venham a surgir na blockchain do bitcoin no futuro, mas é bom ter alguma concorrência entre os ecossistemas, isso favorece o amadurecimento de ambos.

01 – Litecoin (LTC)

Litecoin é considerado apenas uma copia do Bitcoin, sendo a primeira criptomoeda ao usar o código “original” da rede bitcoin. O Litecoin oferece um algoritmo de mineração diferente e transações mais rápidas. Curiosamente, existem algumas semelhanças de desenvolvimento entre bitcoin e litecoin. Segregated Witness, por exemplo, pode muito bem ser ativado na rede litecoin antes de ser ativado na própria rede do Bitcoin. Litecoin é aceito como uma solução de pagamento em vários lugares, embora não esteja nem perto do nível de aceitação de bitcoin.

Como vimos, há espaço para todo mundo, agora só resta saber qual futuro para cada criptomoeda. Será que algum dia o bitcoin perderá seu posto para algumas dessas moedas? Deixe sua opinião.

Ethereum: Vitalik Buterin apresenta Metropolis, fork do ETH

Vitalik Buterin esteve recentemente em uma reunião do Ethereum em Singapura. Ele esteve lá para fazer uma apresentação sobre Metropolis, o próximo fork previsto da rede.

Metropolis está no roteiro do Ethereum faz algum tempo. Devido a imprevistos, como o hack da DAO, desenvolvedores (devs) do Ethereum foram forçados a se desviar dos planos originais. Esse desvio levou os devs a trabalharem na melhoria do cliente principal, e no foco do aumento da segurança do sistema em geral.

Agora que as coisas se acalmaram, e a plataforma Ethereum é muito mais segura, os principais devs podem se concentrar em melhorar o protocolo e avançar para a Metropolis. Em sua apresentação, Vitalik mostrou algumas das melhorias mais que estão sendo trabalhadas atualmente para o Ethereum. Ele falou sobre o progresso feito com litght clients e implementações mobile, e listou todos os protocólos de melhoria do Ethereum (Ethereum Improvement Protocols – EIP) que seriam publicados no lançamento da Metropolis. Esses EIPs são:

EIP 86 (“conceito”)

• Tornar o protocolo o mais simples possível

• Qualquer conta na cadeia de execução de chamadas pode pagar o gas

• Em vez de apenas a conta que enviou a transação

• Um destinatário, ou conta intermediária, poderia pagar o custo do gas

• Ajuda o anonimato, em vez de precisar usar apenas uma conta para pagar pelo gas

EIP 98 (remoção de intermediate state roots)

• Objetivo: tornar mais fácil o processamento de transações em paralelo

EIP 96 (EVM-ificação)

• Tente tornar os light clients mais seguros

EIP 100 (alvo tempo do bloco incluindo credores)

•  Security upgrades

EIP 101 (Pré-compilação inteira grande)

• Facilitar a verificação de determinados tipos de criptografia

• Ethereum suporta criptografia de curva elíptica

• A criptografia RSA é usada por outros, e atualmente é computacionalmente ineficiente para verificar em Ethereum

EIP 116 (STATIC_CALL)

• Sob consideração

• Pode chamar um contrato e se certifique de que não está mudando nada; Não escrever para o estado atual.

EIP 195 (Chamada pura)

• Versão ainda mais estática do STATIC CALL

• Não é possível escrever ou ler

EIP 140 (lançar opcode)

• Lança uma exceção sem consumir todo o gás restante

EIP 141 (opcode inválido)

• Não é uma alteração de protocolo

Embora exista um roteiro para a Metropolis, uma variável desconhecida é exatamente a quantidade de recursos que serão incluídos nela. Se houver uma crise de tempo, apenas os recursos mais importantes serão implementados, enquanto o restante terá que ser reservado para um fork posterior.

O roteiro de pesquisa da Ethereum está focado em três coisas: privacidade, escalabilidade e segurança. No que diz respeito à privacidade, os devs estão trabalhando duro, e mais animado por, zk-SNARKs. Eles estão trabalhando ativamente com a equipe Zcash para implementar provas de zero-knowledge na plataforma. Embora ainda seja muito cedo para Vitalik prometer um cronograma para zk-SNARKs, ele estima que mais de 80% da comunidade de desenvolvedores estão satisfeitos com seu progresso e estão trabalhando para chegar a um consenso sobre questões em aberto nos próximos meses. Existem algumas falhas que a Fundação e os principais desenvolvedores ainda estão tentando descobrir as soluções.

Detalhes da apresentação de Vitalik:

•  zk-SNARKs permitem provar coisas sobre dados criptografados sem revelar nada sobre os dados, exceto para a afirmação de que está provando

• É uma tecnologia muito poderosa

• Mas tem algumas fraquezas

• Como a necessidade de uma “configuração confiável”

• A criação e verificação de provas zk-SNARK requer acesso a uma chave de configuração

• Mas essa chave de configuração deve ser gerada por pessoas

• A chave é feita de informações secretas

• As informações secretas devem ser apagadas para proteger a chave de configuração

• Se não excluído, ele pode ser usado para criar transações inválidas

• As configurações multipartidárias redusem isso

• Não consegue parar o elemento humano 100%, em relação a potenciais agentes maliciosos

• Quantidade de tempo para gerar uma prova

• Cerca de 40 segundos em um computador

• Cerca de 5-10 minutos em um telefone celular

Em relação à escalabilidade, a Metropolis tentará resolver o problema através de uma mudança em consenso do algoritmo Proof-of-Stake (PoS), que por sua vez abrirá as portas para futuras melhorias de escalabilidade, como o sharding. Mas antes que isso aconteça, os devs precisam fazer algo a respeito da bomba relógio dentro da Ethereum.

Essa bomba relógio, ou mais precisamente uma bomba de dificuldade, está definida para tornar a mineração cada vez mais difícil, até que se torne impossível de minerar as transações, congelando a rede. O pensamento inicial era que forçaria uma mudança para um algoritmo Proof-of-Stake, mas devido ao desvio dos trabalho desenvolvedores como resultado do hack do DAO, a “era do gelo” está se aproximando rapidamente. Se nada for feito para melhorar este processo, o tempo do bloco atual é de 14 segundos, e aumentará para 15,8 segundos em cerca de três meses. Em seis meses, o tempo do bloco chegará a 28 segundos e continuará a aumentar exponencialmente depois disso. Casper, o algoritmo PoS do Ethereum vem sendo desenvolvido, com cerca de um ano de atraso, embora Vitalik afirmou que também foi cerca de um ano mais avançado em termos de propriedades que tem agora. Conseqüentemente, uma das características do fork Metropolis será adiar a era do gelo.

Quando se trata da segurança da rede Ethereum, a Casper tem melhores propriedades de segurança do que o algorítmo Proof-of-Work (PoW). Isto é alcançado principalmente eliminando a habilidade dos atacantes ricos, de simplesmente comprar equipamentos de mineração mais poderosos para dominar a rede. Ter que guardar ETH para minerar ETH, garante que a rede funcione sem problemas e no melhor interesse de um validador. Validadores são o equivalente aos mineradores no PoS.

A apresentação de Vitalik detalhou o roteiro de Casper:

• Roteiro do Casper:

• Finalizar o protocolo

• Testnet + verificar se o protocolo faz o que se pede

• Implementar em 7 clientes, continuar testnet

• Lançamento! … Uma vez cuidadosamente testado

• Espera-se que o roteiro dure aproximadamente um ano

• Empreendimento bastante substancial

• Os benefícios do PoS são grandes

• PoS é um trampolim para as coisas que eles querem fazer no futuro em relação a:

• Escalabilidade

• Protocolos de Sharding

• Melhorar a economia do protocolo

Falando em Proof-of-Stake, Vitalik mencionou quanto menor seriam as taxas de emissão de token, e isso significaria que os ativos se tornariam deflacionários. Proof-of-Stake também é melhor para lidar com mercados com oligopólios, em comparação com sistemas PoW. Ele continuou explicando no que o PoS vai mudar, e abordou o que poderia acontecer com mineradores após uma mudança de PoW para PoS, dizendo:

“Uma outra maneira que vai afetar as coisas: ele vai obviamente afetar o mercado de mineração, porque os mineradores terão que mudar para outra coisa. E você sabe que há outras coisas que os mineradores podem fazer, certo? […] Espero que se coisas como Swarm e Golem, e os mercados de computação, e mercados de armazenamento – se todos esses se saírem bem, então eu creio que a única opção para os mineradores é mudar de rede. Mas como você já sabe, isso exigirá que esses sistemas sejam construídos bem o suficiente para que muitas pessoas estejam dispostas a usá-los. “

No lado menos técnico das coisas, Vitalk abordou o crescimento do ecossistema Ethereum e como a equipe do Ethereum se expandiu no ano passado. Os “Desenvolvedores do núcleo do Ethereum” é uma categoria substancialmente mais ampla do que apenas pessoas empregadas pela Fundação Ethereum, e ampliar a comunidade é saudável para todo o ecossistema.

Vitalik também gostaria de ver uma governança mais descentralizada no futuro, com decisões sobre mudanças de protocolo que é o motivo da entrada de muitas pessoas, em vez de apenas alguns dentro da Fundação Ethereum. Vitalik apresentou Ethereum como um projeto descentralizado, dizendo que a Fundação quer que todas as camadas do projeto e do ecossistema sejam mais descentralizadas possíveis. Embora eles percebem que é bem difícil a contribuição das pessoas, a menos que elas saibam o que está realmente acontecendo. A maioria das pessoas não está ciente de todas as considerações de design diferentes na engenharia de software, ou as várias forças e fraquezas de diferentes sistemas e abordagens para resolver os problemas.

É por isso que a Fundação está tentando aumentar seus esforços educacionais, para que mais membros da comunidade possam interagir e contribuir construtivamente para a conversa.

Durante os próximos meses, os desenvolvedores do Ethereum irão avançar nos EIPs, decidindo qual será melhor para deixar pra mais tarde, enquanto avançam o mais rápido possível. Eles planejam continuar fazendo progressos em vários aspectos do ecossistema Ethereum em paralelo, principalmente em relação ao PoS, sharding e implementação de provas de zero-knowledge.

Vitalik espera que nos próximos 6-12 meses, Ethereum continuará a amadurecer e se tornar um “ecossistema blockchain muito maior e de qualidade superior do que era antes”. O vídeo completo desta apresentação principal pode ser visto abaixo:

O que você achou das propostas? PoS é um bom futuro pro ETH? Deixe seu comentário na seção abaixo:

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Fonte: ETH News

Carteira Bitcoin: Guia definitivo para sua carteira digital. Passo a passo.

Use este guia para saber o que é uma carteira bitcoin (carteira digital), como elas funcionam e descobrir quais são as melhores para você.

O que é uma carteira digital?

Uma carteira digital (digital wallet) é um software que armazena chaves públicas e privadas e interage com uma cadeias de blocos (blockchain) para permitir que o usuário envie e receba uma moeda digital, e monitorar seu saldo. Se você quiser usar Bitcoin ou qualquer outra criptomoeda, você precisará ter uma carteira digital.

Como elas funcionam?

Milhões de pessoas usam carteiras digitais, mas há um considerável mal entendido sobre como elas funcionam. Ao contrário das tradicionais carteiras de bolso, as carteiras digitais não armazenam moeda. Na verdade as moedas não são armazenadas em um local, nem existem em forma física. Tudo o que existe são registros de transações armazenadas na blockchain.

Carteiras digitais são programas que armazenam suas chaves públicas e privadas e interage com a blockchain, para que os usuários possam checar o saldo, enviar e receber fundos, e realizar outras operações. Quando uma pessoa envia bitcoins ou qualquer outro tipo de moeda digital, eles são basicamente assinando a propriedade das moedas para o seu endereço da carteira. Para poder gastar essas moedas e desbloquear os fundos, a chave privada armazenada em sua carteira deve corresponder ao endereço público que a moeda é atribuída. Se as chaves públicas e privadas corresponderem, o saldo da carteira digital aumentará e dos remetentes irá diminuir de acordo. Não há troca real de moedas. A transação é meramente um registro no blockchain, e uma mudança no saldo das carteiras digitais.

carteira bitcoin

Quais são os tipos de carteiras digitais?

Existem vários tipos de carteiras que fornecem diferentes maneiras de armazenar e acessar sua moeda digital. Carteiras podem ser divididas basicamente em três categorias distintas – software, hardware e papel. Carteiras tipo software podem ser para desktop, móveis ou online.

  • Desktop: as carteiras são baixadas e instaladas em um PC ou laptop. Elas só são acessíveis a partir do único computador no qual elas são baixadas. Carteiras para desktop oferecem um dos mais altos níveis de segurança, no entanto, se o computador é hackeado ou pegar um vírus, existe a possibilidade de que você possa perder todos seus fundos.
  • Online: são carteiras executadas “na nuvem”, e acessíveis a partir de qualquer dispositivo em qualquer local. Esse tipo é o mais fácil de usar e acessar, porém carteiras online armazenam suas chaves privadas, e são controladas por uma terceira parte. Isso as torna vulneráveis à ataques hacker e a roubo.
  • Móvel: são carteiras executadas em um aplicativo para smartphone ou tablet. São úteis porque elas podem ser usadas em qualquer lugar, incluindo em lojas no comércio. São geralmente mais compactas e simples do que carteiras para desktop, por causa do espaço limitado disponível em um celular.
  • Hardware: a diferença dessa carteira para as tipo software, é que ela armazena as chaves privadas em um dispositivo hardware tipo um USB. Embora as carteiras hardware façam transações on-line, as chaves são armazenadas offline, o que proporciona maior segurança. Carteiras de hardware podem ser compatíveis com várias interfaces web e podem suportar moedas diferentes. É bem simples fazer uma transação. Os usuários simplesmente conectam seu dispositivo em qualquer computador ou dispositivo com internet, digita um pin (senha), seleciona o envio da moeda, e confirma. Carteiras hardware são fáceis de usar, mantendo seu dinheiro offline e longe de perigo.
  • Papel: são carteiras não tão praticas de se usar no dia a dia, mas proporcionam um alto nível de segurança. A carteira de papel (paper wallet) é basicamente uma cópia física ou impressão das suas chaves públicas e privadas, também pode se referir ao software que é usado para gerar com segurança um par de chaves, que são então impressas. Usar uma carteira de papel é relativamente simples. Para enviar bitcoin ou qualquer outra moeda, basta transferir para o endereço público mostrado em sua carteira de papel. Se você quiser retirar ou gastar os fundos, tudo que você precisa fazer é transferir de sua carteira de papel para sua carteira software. Esse processo pode ser feito manualmente digitando suas chaves privadas ou digitalizando o código QR na carteira de papel.

Carteiras digitais são seguras?

Carteiras são seguras em graus variados. O nível de segurança depende do tipo de carteira que você usa (desktop, móvel, online, papel, hardware) e do provedor de serviços. Um servidor web é um ambiente intrinsecamente mais arriscado para manter a sua moeda em comparação com offline. Carteiras online podem expor os usuários a possíveis vulnerabilidades na plataforma da carteira, que pode ser explorada por hackers para roubar seus fundos. As carteiras offline por outro lado, não podem ser hackeadas porque simplesmente não estão conectadas a uma rede online e não confiam em terceiros para segurança.

Embora as carteiras online provaram ser as mais vulneráveis e propensas a ataques de hackers, devemos ter precauções com segurança ao usar qualquer carteira. Lembre-se que não importa qual carteira você usa, se você perder suas chaves privadas, você perde seu dinheiro. Se sua carteira é hackeada, ou você envia dinheiro para um golpista, não há nenhuma maneira de recuperar o dinheiro ou reverter a transação. Você deve tomar precauções e ter muito cuidado!

  • Faça backup da sua carteira. Armazene apenas pequenas quantidades para uso diário, em seu computador, celular ou online. Sempre mantendo a maioria de seus fundos em um ambiente mais seguro. Opções de armazenamento offline para o backup, como papel ou USB irá protegê-lo contra falhas do computador, e permite que você recupere sua carteira se perdida ou roubada. Isso não vai te proteger contra hackers maliciosos. A realidade é que se você optar por usar uma carteira online, sempre existirá um risco inerente.
  • Atualize o software. Mantenha seu software atualizado para que você tenha os mais recentes aprimoramentos de segurança disponíveis. Você deve atualizar regularmente não apenas em seu computador, mas em todas as plataformas que você usa.
  • Adicione camadas extras de segurança. Quanto mais camadas de segurança, melhor. Definir senhas longas e complexas e garantir qualquer retirada de fundos solicite uma senha é básico. Use carteiras que tenham uma boa reputação e forneçam camadas de segurança extra como autenticação de dois fatores (2FA), e solicite o código PIN sempre que o aplicativo da carteira for aberto. Você também pode querer considerar uma carteira que oferece transações com multi assinaturas (multisig), como Coinbase, Armory ou Copay. Uma carteira multisig requer a permissão de outro(s) usuário(s) antes que uma transação possa ser feita.

Carteira Bitcoin ou multi-moedas?

Embora Bitcoin seja de longe a moeda digital mais conhecida e popular, surgiram centenas de novas criptomoedas (referidas como altcoins), cada uma com um ecossistema e infra-estrutura distintas. Se você estiver interessado em usar uma variedade de criptomoedas, a boa notícia é que você não precisa configurar uma carteira separada para cada moeda. Em vez de usar uma carteira que suporta uma moeda única, pode ser mais conveniente para configurar uma carteira multi-moeda que permite que você use diversas moedas da mesma carteira.

Existe alguma taxa de transação?

Não há uma resposta direta aqui.

Em geral, as taxas são uma fração minúscula das taxas bancárias tradicionais. Às vezes, as taxas precisam ser pagas para certos tipos de transações para os mineradores da rede, como uma taxa de processamento, enquanto algumas transações não têm qualquer taxa. Também é possível definir sua própria taxa. Em média, uma transação de 226 bytes resultaria em uma taxa de 18.080 satoshis ou U$ 0,12. Em alguns casos, se você optar por definir uma taxa baixa, sua transação pode ter uma baixa prioridade, e você pode ter que esperar horas ou mesmo dias para a transação ser confirmada. Se você precisar que sua transação seja concluída e confirmada rápida, então você pode precisar aumentar a quantidade que você está disposto a pagar. Qualquer carteira que você acabar usando, as taxas de transação não são algo que você deve se preocupar. Você pagará taxas baixíssimas, e existem vários serviços que pagam as taxas dos clientes, como a carteira da Xapo ou a Smart Wallet da coinBR.

As carteiras de criptomoedas são anônimas?

Sim e não. As carteiras são pseudônimos. Embora as carteiras não estejam vinculadas à identidade real de um usuário, todas as transações são armazenadas publicamente e permanentemente na blockchain. Seu nome ou endereço pessoal não vai estar lá, mas dados como o endereço da carteira podem ser rastreados para sua identidade de várias maneiras. Embora existam esforços em andamento para tornar o anonimato e a privacidade mais fáceis de se alcançar, há desvantagens óbvias para o anonimato total. Confira o projeto DarkWallet que está trabalhando para reforçar a privacidade e o anonimato através de endereços disfarçados e mistura de moedas.

Qual é a melhor carteira digital?

Existe uma lista cada vez maior de opções. Antes de escolher uma carteira, você deve considerar como você pretende usá-la.

  • Você precisa de uma carteira para compras diárias ou apenas comprar e manter moeda digital para um investimento?
  • Você planeja usar várias moedas ou uma moeda única?
  • Você precisa acessar a sua carteira digital de qualquer lugar ou apenas de casa?
  • Tire algum tempo para avaliar suas necessidades e, em seguida, escolha a carteira mais adequada para você.

Bread Wallet

Bread Wallet é uma carteira móvel de bitcoin que torna o envio de bitcoins tão fácil quanto o envio de um e-mail. A carteira pode ser baixada da App Store ou na Google Play. No seu conjunto, a interface limpa da Bread Wallet, o design leve e o compromisso de melhorar continuamente a segurança tornam o aplicativo seguro, rápido e agradável, tanto para principiantes como para usuários experientes.

  • Prós: Boa privacidade e segurança, fácil para iniciantes, simples e limpo, software de código aberto, gratuito.
  • Contras: Nenhuma interface web ou desktop, carece de recursos, é online.

Mycelium

Usuários avançados que procuram uma carteira de bitcoin móvel, esta é a opção. A carteira móvel Mycelium permite que os usuários de iPhone e Android mantenham controle completo sobre os bitcoins. Nenhuma terceira parte pode congelar ou perder seus fundos! Com uma segurança de nível empresarial superior à maioria dos outros aplicativos e recursos como armazenamento offline, backups  criptografados, um scanner de código QR integrado, bate-papo seguro, entre outros. Você pode entender por que Mycelium tem sido considerado como uma das melhores carteiras no mercado.

  • Prós: Boa privacidade, segurança avançada, software de código aberto, gratuito.
  • Contras: Nenhuma interface web ou para desktop, online, não indicada para novatos

Exodus

Exodus é uma carteira digital relativamente nova e desconhecida, que atualmente só está disponível para desktop. Permite o armazenamento e o comércio de Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Dogecoin e Dash através de uma interface incrivelmente fácil de usar, intuitiva e bonita. Exodus também oferece um guia muito simples para fazer backup de sua carteira. Um diferencial é que ele foi construído na plataforma da exchange shapeshift, que permite aos usuários trocar altcoins por bitcoins e vice-versa, sem sair da carteira.

  • Prós: Boa privacidade e segurança, indicado para inciantes, intuitivo, fácil de usar, suporta várias moedas, software de código aberto, grátis.
  • Contras: É online, sem interface web ou aplicativo para dispositivos móveis

Copay

Criado pela Bitpay, a Copay é uma das melhores carteiras do mercado. Se você está procurando conveniência, o Copay é facilmente acessado por meio de uma interface amigável em computadores, celulares ou online. Uma das melhores coisas sobre a Copay é que é uma carteira multi assinatura, para que amigos ou parceiros de negócios possam compartilhar fundos. É simples o suficiente para usuários iniciantes, mas tem muitos recursos adicionais que irão impressionar os mais experientes também.

  • Prós: Boa privacidade e segurança, transações multisig, múltiplas plataformas e dispositivos, armazenamento em multiplas carteiras, amigável para iniciantes, software de código aberto, grátis.
  • Contras: Pode ser lento e sem resposta, suporte limitado ao usuário.

Jaxx

Jaxx é uma interface de usuário e carteira multi moedas com suporte de Ethereum, Ethereum Classic, Dash, Litecoin, REP, Zcash, Rootstock e Bitcoin. Foi projetada para oferecer uma experiência suave. Ela está disponível em uma variedade de plataformas e dispositivos (Windows, Linux, Chrome, Firefox, OSX, Android e  iOS) e se conecta com sites através do Firefox e extensões do Chrome. A Jaxx permite a conversão entre Bitcoin e Ethereum via Shapeshift e a importação de carteiras de papel Ethereum. Com uma variedade de recursos e a contínua integração de novas moedas, a Jaxx é uma excelente opção para quem precisa de uma carteira com variedade de moedas.

  • Prós: Boa privacidade e segurança, multi moedas, carteira lingada através de plataformas múltiplas, excelente suporte ao usuário, fácil uso, grátis.
  • Contras: Não é de código aberto, pode ser lento para carregar.

Armory

Armory é uma carteira de bitcoin para desktop, de código aberto, perfeita para usuários experientes que colocam ênfase na segurança. Algumas das características da Armory incluem armazenamento a offline, multisig, backups impressos, interface de carteiras múltiplas, criptografia de carteira resistente à GPU, importação de chaves, varredura de chave e muito mais. Embora é demorado para entender e usar o seu total potencial, é uma ótima opção para mais bitcoiners que buscam manter seus fundos seguros e protegidos.

  • Prós: Boa privacidade, grandes recursos de segurança, opções multi-assinatura, opções de armazenamento offline, grátis.
  • Contras: Apenas acessível através do cliente desktop, não é fácil para iniciantes.

Ledger

Ledger é uma carteira Bitcoin tipo hardware, que é ideal para armazenar grandes quantidades de bitcoins. Ledger não pode ser infectado por malware e nunca expõe suas chaves privadas, o que torna tão seguro quanto segurar o dinheiro nas próprias mãos. Ledger  é de código aberto e transparente, com todas as decisões técnicas beneficiando a comunidade. É fácil de usar, tem uma interface intuitiva e é compatível com Windows, OS X e Linux. Uma das poucas desvantagens da carteira Ledger é que ela precisa estar com você para enviar bitcoins. Isso torna a Ledger melhor para usuários inativos, investidores ou pessoas que querem manter grandes quantidades de bitcoin com uma alta segurança.

  • Prós: Boa segurança e privacidade, armazenamento offline, fácil de usar uma interface web, software de código aberto, fácil para iniciantes.
  • Contras: Custam a partir de R$ 320, é necessário um dispositivo para enviar bitcoins. Outros modelos podem ser encontrados a partir de R$ 200 aqui. (frete grátis)

Green Address

Green Address é uma carteira de bitcoin fácil de usar, e uma excelente escolha para iniciantes. É acessível via desktop, online ou móvel, com aplicativos disponíveis para Chrome, iOS e Android. Os recursos incluem endereços multisig e autenticação de dois fatores (2FA) para maior segurança, backup de carteira de papel e confirmação de transação instantânea. Uma desvantagem é que Green Address precisa aprovar todos os pagamentos, logo que você não tem controle total sobre seus gastos.

  • Prós: Segurança sólida, multi plataforma, multisig, fácil para iniciantes, software de código aberto, grátis.
  • Contras: Online, privacidade média, uma terceira parte deve aprovar os pagamentos.

Blockchain.info

Blockchain.info é uma das carteiras de bitcoin mais populares. Por favor, não confunda a tecnologia Blockchain, com esse serviço de carteira. O acesso pode ser feito a partir de qualquer navegador ou smartphone. A plataforma fornece duas camadas adicionais diferentes. Para a versão de navegador, os usuários podem ativar a autenticação em dois fatores, enquanto os usuários móveis podem ativar uma solicitação de código PIN sempre que o aplicativo da carteira for aberto. Embora sua carteira seja armazenada online e todas as transações precisarão passar pelos servidores da empresa, Blockchain.info não tem acesso às suas chaves privadas.

  • Prós: Fácil de usar, interface web e móvel, bem conhecida, fácil para iniciantes, grátis.
  • Contras: É online, privacidade fraca, depende de uma terceira parte, já teve interrupções e usuários relatando problemas.

Se você tiver qualquer dúvida, sugestão ou comentário, deixe na seção abaixo.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Ethereum é tema da 4ª Temporada de Silicon Valley

Recentemente, um popular programa de TV chamado Silicon Valley anúncio sua quarta temporada, que é quase inteiramente baseado no tema da tecnologia descentralizada da Ethereum.

O favorito dos bancos e da tecnologia

Ethereum tornou-se o projeto mais próximo de uma rede descentralizada de aplicações e tecnologias.

De fato, é a única rede pública de Blockchain projetada especificamente para o desenvolvimento que está sendo utilizada por bancos multibilionários, instituições financeiras e grandes corporações de tecnologia, incluindo JPMorgan e Microsoft.


Reconhecendo o rápido desenvolvimento da Ethereum em termos de mercado, usuário e base de clientes, o popular programa de TV Silicon Valley introduziu o Ethereum para seu grande público-alvo como uma importante rede descentralizada e tecnologia necessária para o desenvolvimento de uma nova geração de internet e comunidade de aplicações úteis.

A medida que Ethereum ganha mais exposição através de uma extensa cobertura e funcionalidade da mídia, seu potencial para construir uma rede verdadeiramente descentralizada de aplicativos será exibido globalmente.

Conforme o road map, a Ethereum Foundation e sua equipe de desenvolvimento estão trabalhando no lançamento de uma nova versão do Ethereum chamada Metropolis para garantir que empresas de grande porte como a Microsoft e JPMorgan dentro da Enterprise Ethereum Alliance possam construir aplicações em um ecossistema mais flexível.

Com essas próximas atualizações, startups como a empresa apresentada no programa de TV Silicon Valley será capaz de implantar aplicações em uma rede Ethereum mais resiliente e eficiente no futuro próximo.

Ethereum também planeja liberar recursos focados em funcionalidade, incluindo contratos inteligentes que podem fixar taxas de forma autônoma, sem receber as aprovações manuais dos usuários, para conceder aos desenvolvedores da comunidade Ethereum mais flexibilidade na construção de aplicativos comerciais de grande escala.

AlphaBay integrará pagamentos Ethereum em sua loja

Ethereum tornou-se uma das mais populares e valiosas criptomoedas até à data desta publicação. Uma coisa que sempre pareceu um pouco incerto, onde alguns apostam como sistema para smarts contrats (contratos inteligentes), já outros apostam como uma moeda. A AlphaBay, um dos maiores mercados de darknet do mundo, anunciou que integrará pagamentos de ETH a partir de 1º de maio.

A integração de AlphaBay com Ethereum

Embora algumas pessoas falem que mercados darknet não são necessariamente o melhor caso de uso para Ethereum, esta notícia ainda é bastante significativa. Depois de reintegrar Monero (XMR) para mais anonimato, AlphaBay agora está olhando para Ethereum como uma opção de pagamento adicional ao lado de bitcoin e XMR. Ainda não está claro quantos fornecedores aceitarão pagamentos de ETH, no entanto, isso é um desenvolvimento positivo para o ecossistema Ethereum como um todo.

Mais uso real para o ETH?

Trazendo mais casos de uso real para Ethereum, isso irá elevar esta criptomoeda como alternativa para se tornar um rival ao bitcoin digno no longo prazo. Então, novamente, há também Monero para manter o olho, como essa moeda oferece muito mais anonimato e privacidade do que Ethereum na sua forma atual. Será difícil destronar bitcoin como a moeda mais comumente usada na darknet.

De acordo com uma declaração feita no Reddit , AlphaBay planeja permitir pagamentos Ethereum até 1º de maio de 2017. A popularidade do ETH não passou despercebida. Além disso, uma vez que a ETH ganhou muito valor ao longo da semana passada, e apenas os prestadores de serviços normais querem fazer parte deste ecossistema. Agora, a equipe AlphaBay está trabalhando no desenvolvimento de  uma funcionalidade para pagamentos ETH, com retiradas e depósitos sendo habilitado em 01 de maio.

Como vai funcionar? E o novo hard fork?

Vendedores na plataforma AlphaBay terão que habilitar pagamentos de ETH manualmente nas configurações da conta, haverá uma opção para aceitar pagamentos. Isso significa que é bastante confuso ainda, para saber quantas pessoas vão aceitar pagamentos em Ethereum, embora vale a pena considerar. Características adicionais de anonimato estão chegando a Ethereum como parte do hard fork Metropolis . Infelizmente, esse hard fok ainda não tem data oficial.

Usuários não gostaram da decisão da AlphaBay

Alguns usuários darknet não estão muito felizes com a decisão da AlphaBay em adicionar Ethereum como uma opção de pagamento. Um usuário mencionou que o ETH não é uma moeda para ser usada como um token, ele pode trazer mais problemas do que benefícios para mercados darknet. Uma vez que ninguém sabe com certeza como a adição de Ethereum vai se sair, é muito cedo para dizer o que vai acontecer.

Dado o sentimento atual entre usuários darknet, é duvidoso qualquer outro mercado  poderá adicionar pagamentos  ETH a qualquer momento. A maioria dos operadores vai esperar e ver como as coisas iram funcionar para AlphaBay.

Adicionar Ethereum é uma decisão interessante, embora sempre será considerado bastante controverso. Do ponto de vista da privacidade, não há razão para que os vendedores aceitem ETH. No entanto, nunca se sabe como essa decisão será levada a longo prazo.

E para vocês Ethereum poderá funcionar como um token de pagamento em um futuro próximo? – Deixe a gente saber nos comentários abaixo.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Ethereum bate R$ 125, queridinha do mercado de altcoin sobe quase 50%

Com a contínua atividade frenética no mercado de altcoins, o preço do Ethereum (ETH) ultrapassou os U$ 41 (R$ 125,40 aproximadamente) nas últimas 24 horas.

Confira também: Cresce o número de startups no Brasil usando a tecnologia Blockchain.

A altcoin com o maior mercado de capitalização, disparou quase 50% desde quarta-feira. Estando entre as razões dadas para o seu sucesso, anúncios recentes de desenvolvimento,  e a inconstância na rede Bitcoin.

O preço Ethereum agora é quase o dobro da máxima histórica estabelecida em 2016 antes do colapso do The DAO.

Discrepância chinesa

Os mercados estão lugando para acompanhar o ritmo, existe uma discrepância entre as exchanges chinesas, como observa o tweet da cnLedger:

Tal é o crescimento de algumas altcoins que estão no “top 10”, que o sentimento da comunidade está lentamente se transformando em uma incerteza.

Chris Burniske num tweet nesta quarta-feira diz que a “questão irritante” para ele e para outros investidores, era a questão de saber se “o céu está prestes a cair sobre nossas cabeças”.

https://twitter.com/ARKblockchain/status/842185997387456512?ref_src=twsrc%5Etfw

Para alguns entretanto, a festa pode ter acabado. Dash, a altcoin cujo crescimento acompanhou outros ativos, desceu do pico de ontem de U$ 100+ para se estabelecer atualmente uma média de U$ 87, segundo coinmarketcap.

Os desenvolvedores admitiram que não estavam preparados para esse aumento repentino de preços, tendo que reorganizar completamente seu roteiro para a distribuição de fundos.

Confira também: Dash rompe barreira inédita de $100 dólares.

E o qual sua opinião sobre essa alta generalizada? É apenas o começo, ou a festa acabou?

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

As Maiores Instituições Globais Apostam Tudo no Ethereum

Um grupo de empresas multinacionais no seguimento de energia (gás e petróleo), bem como o desenvolvimento do setor e software financeiro fez o lançamento da Enterprise Ethereum Alliance, um consórcio que espera desenvolver a tecnologia e aplicações baseada na blockchain do ethereum para a área das respectivas atividades empresariais.

Confira também: OneCoin Rouba R$ 450.000 de Idenização de Homem Preso Injustamente

O consórcio será financiado através de doações de seus membros, entre eles, Petróleum, o banco JP Morgan, Accenture, Banco Santander, BBVA, Intel, ConsenSys e Microsoft.

Interesses do  Enterprise Ethereum

Sendo um projeto empresarial blockchain de caráter aberto, espera-se que as diversas empresas que o compõem possam alinhar seus interesses e obter melhores benefícios do desenvolvimento e escalabilidade de aplicações, criando padrões de operacionalidade entre as empresas.

O lançamento aconteceu dia 28/02, em um evento especial em Nova York, e o primeiro painel foi moderado por Amber Baldet, diretor do programa blockchain JPMorgan; onde falou sobre o projeto a partir da perspectiva dos fundadores, e respondeu perguntas de jornalistas e do público presente em geral. Os demais que participaram do painel de lançamento foram Marley cinza , Gerente Geral Blockchain da Microsoft, Joe Lubin, fundador e CEO da ConsenSys, Sandra Ro, chefe da área digital CME, Matthew Spoke, CEO da Nuco e David Treat , diretor da Accenture Blockchain.

Quando perguntado se ele realmente seria um grupo que toma decisões de forma descentralizada, Matthew Spoke, CEO da Nuco e David Treat disse o seguinte:

“Os requisitos legais para formar um consórcio exigem a formação de um conselho de administração e um nome” vontade uma mesa rotativa, na qual os seus membros irão ser substituídos por outros, ao longo do tempo.

Enquanto isso, Joe Lubin comentou sobre a criação de blockchains privados, referindo-se a Brian Behlendorf, Diretor Executivo da Hyperledger, dizendo que o objetivo não era criar um criptomoeda em Hyperledger, mas usar esta plataforma para melhorar as comunicações e gestão de pagamentos e diferentes atividades de negócio.

Confira também: JP Morgan e Santander Anunciam Criar nova Corporação Baseada no Blockchain do Ethereum 

Aumento no Preço do ETH

Nas últimas semanas, onde vários rumores surgiram sobre a criação deste consórcio, o preço de ETH teve um aumento significativo no preço, que no início do mês de Janeireiro 2017 estava em torno de US $10, e agora no final de Fevereiro de 2017 ficou na casa dos US $ 15.

Vale lembrar que no ano passado ethereum sofreu uma queda significativa no preço antes do ataque e roubo ao The DAO. A criação deste novo consórcio poderia impulsionar fortemente o preço de ETH, por que está incluído como participantes relevantes no seu nível de campo global. Isto em conjunto com outras aplicações que estão criando projetos, que sugerem que 2017 será um grande ano para o Blockchain e execução dos contratos inteligentes, uma ferramenta muito útil para diferentes indústrias.

Mas as instituições não veêm o ethereum como moeda e sim como uma aplicação de desenvolvimento, que pode ajudar em desenvolver soluções a longo prazo de forma eficiente e decentralizada.

Confira também: Como Ganhar Bitcoin Respondendo Perguntas no Bitfortip

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Bitcoin, Ethereum e Dash Começam a Semana em Alta

As três criptomoedas estão vindo com uma alta constante nas últimas semanas.

Hoje às 06h00, Bitcoin estava com um preço médio de $ 1,171.56, que é 0,88% maior do que ontem. O volume de negociações é superior a 111 milhões e a capitalização mais de 18,9 bilhões de dólares no mercado. Devemos ver se novamente atinge os preços obtidos no dia 24 de janeiro, quando ele conseguiu para atingir a barreira de $ 1.200, embora este preço durou apenas alguns minutos.

Bitcoin-Chart-27-02-17

Confira também: Análise Tecnica Bitcoin – 22/02/17

Enquanto isso, Ethereum está querendo superar desde a tarde de ontem a barreira dos U$ 14 e agora está em $ 14,55, que é 6,88% maior do que ontem. O mercado está se movendo e fizeram operações de mais de 24 milhões, o que é alto para o que está mobilizada com esta moeda. Ele é digno de nota que Ethereum ainda não pode atingir os seus melhores preços, alcançados em 2016 de junho, quando ele chegou a quase $ 20. No entanto, é a partir dessa data o preço mais alto obtido.

Ethereum-Chart-27-02-17

Dash ainda está a crescer fortemente chegando ao quarto lugar no ranking das criptomoedas no CoinMarketCap com uma capitalização de $ 201 milhões, batendo litecoin e quase atingindo Ripple. Dash está com uma cotação de $ 28,31, que é 1,50% maior do que ontem ao mesmo tempo. Embora ele teve pouco altos e baixos, tudo indica que a moeda está pronta para $ 30.

Dash-Chart-27-02-17

Confira também: Análise Tecnica Dash – 20/02/17

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

JP Morgan e Santander Anunciam Criar nova Corporação Baseada no Blockchain do Ethereum 

Novos detalhes surgiram sobre uma nova iniciativa que em breve vai ser lançada para uso empresarial baseada no protocolo ethereum.