sábado , 25 fevereiro 2017

Arquivos do Autor: Tayrone Santos

Entusiasta em criptomoedas. Trabalhos educativos na utilização do bitcoin no Brasil, segurança de dados e voluntário no projeto SimetBox do NIC.br. - - Gostou do meu conteúdo e quer me apoiar, pague-me um café ☺ Ƀ: 1TayV1RJDqFN1Dq7yCQpqvyM12YRxfu4r

Preço do Bitcoin Alcança Maior alta do Ano à Medida que a Expectativa da ETF Cresce

Bitcoin não vai ser parado por qualquer instituição ou governo, que parece muito certo agora, apesar de fatos negativos que surgiu nos últimos dias após sua maior alta de todos os tempos.

Confira também: Preço do Bitcoin Alcança Nova Marca Histórica

Maior Valor de todos os tempos

Para muitas pessoas, era apenas uma questão de tempo até o bitcoin obter um novo valor de todos os tempos de alta. Isso é exatamente o que ocorreu nas últimas horas, como o valor BTC craiked para novos levels. Bitcoin chegou a US $ 1.220, que é um ganho bastante significativo para a cryptocurrency popular. Parece que a especulação sobre a aprovação do ETF pela SEC está alimentando a demanda por bitcoin agora.

Tendência de alta

Bitcoin está em uma tendência de alta há vários meses. O preço começou a aumentar o ritmo no segundo semestre de 2016. Desde então, o preço do bitcoin continuou a subir de forma constante, resultando eventualmente em um novo recorde histórico. É a primeira vez na história do bitcoin que o preço ultrapassa os US $ 1.200. O mais importante ainda, este é um aumento de preços legítimo, ao contrário do que ocorreu em 2013.

Muitas pessoas se perguntam por que o preço está subindo neste momento. A maior parte da especulação é impulsionada pela decisão iminente da SEC sobre os ETFs bitcoin. Essa decisão será tomada em 11 de março, embora ninguém saiba com certeza como as coisas vão se jogar. As probabilidades não parecem favorecer uma aprovação da SEC agora, embora a decisão possa ir de qualquer maneira. A SEC atrasou este processo várias vezes, agora eles terão que cumprir o prazo nas próximas semanas.

ETF tornará as coisas ainda mais interessantes

A maior questão é o que acontecerá com o preço bitcoin. Como era de se esperar, a definição de um novo máximo de todos os tempos é seguido por um retrace forte. O valor bitcoin mergulhado por mais de US $ 50 em questão de minutos. Não está claro se este é um movimento para “sacudir” os investidores ou apenas legítima tomada de lucro. Dito isto, o mergulho após a alta de todos os tempos é lentamente sendo comprado como o preço BTC recupera.

E se aprovar o ETF!

Assumindo que a SEC aprova o ETF bitcoin, as coisas ficarão interessantes muito rapidamente. Um monte de capital fresco pode entrar no mercado com relativa facilidade. Tal ETF abre a porta para que os investidores tradicionais obtenham a criptomoeda como parte de sua carteira. No entanto, eles não iriam comprar bitcoin diretamente, mas sim usar um intermediário.

Com potencialmente de bilhões de fundos olhando para entrar no mercado, a aprovação ETF iria quebrar a atual máxima de todos os tempos com facilidade. Por enquanto, o que acontecerá no dia 11 de março, continuará sendo expectativa por parte da comunidade bitcoin.

Breve o Japão reconhecerá criptomoedas, é evidente que o mundo precisa de bitcoin para existir. Os governos ainda podem tentar se opor às empresas que lidam com criptomoedas. No entanto, o ecossistema bitcoin é projetado para não confiar em entidades centralizadas, tornando qualquer pensamento de intervenção do governo indiscutível.

Confira também: 5 Coisas que Você Precisa Saber Sobre a Volatilidade do Bitcoin

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

5 Coisas que Você Precisa Saber Sobre a Volatilidade do Bitcoin

A volatilidade mede a variação do preço de um determinado instrumento financeiro dentro de um determinado período de tempo. É comumente associado com o nível de risco do instrumento, um instrumento  quando altamente volátil é considerado como arriscado e um instrumento menos volátil como menos arriscado.

Confira também: Com o Bitcoin se Tornando o Novo Ouro, Ex Presidente do Fed Pede Retorno ao Padrão Ouro

Portanto, é importante entender a volatilidade do bitcoin e outras criptomoedas se você estiver interessado em investir neste mercado de cryptocurrency.

Aqui estão algumas análises da volatilidade bitcoin com base em dados em cryptocompare:

#1 – Bitcoin é a criptomoeda menos volátil

A volatilidade semanal do Bitcoin atingiu 60% ao ano, durante o ano anterior (Figura 1), mas outros pares de moedas viram oscilações ainda maiores. Bitcoin é definitivamente a moeda mais líquida, seus order books mostram as ofertas mais profundas de venda e compra, portanto, um grande comércio terá um impacto menor do preço, daí uma menor volatilidade dos preços. Bitcoin é, no entanto, ainda mais volátil do que qualquer fiat pares de moedas.

Ao comparar a negociação Bitcoin versus moedas fiduciárias, observamos que BTC versus CNY é o mercado mais volátil (Figura 2).Isto é principalmente devido às taxas de negociação previamente zero em trocas chinesas que bateram volume. 

#2 –  Alta volatilidade coincide com alto volume e queda de preços

Pode parecer bastante intuitivo para você que a alta volatilidade coincide com o volume alto e queda de preço. Quando o pânico dos mercados, os preços podem cair maciçamente que traz ainda mais ordens de venda como todos tentam fechar suas posições. Ainda é importante observar a relação desses três fatores e seu co-movimento as  (Figura 3 e 4).

Volatilidade e preço do BTC_USD

Figura 3 Volatilidade e preço do BTC_USD

Volatilidade e volume de BTC_USD

Figura 4 Volatilidade e volume do BTC_USD

Se dividirmos a volatilidade pelo volume negociado, obtemos que, em média, uma negociação adicional de 1000 BTC resultaria em aumento de 0,25% na volatilidade. Em termos de impacto sobre os preços, pode ser um movimento ascendente ou descendente, mas em todos os casos o preço se moverá.

#3 – O preço de Bitcoin move-se junto com outros preços de criptomoedas

O preço do bitcoin nos últimos  anos  foi altamente correlacionado com DASH e XMR (Figura 5), ​​mas não mostra correlação com Ethereum.  Podemos assumir que as atividades de negociação Bitcoin impulsionam volumes de outras moedas, bem como, pode ser que os choques de notícias sobre Bitcoin tenham afetados os preços de outras moedas.

#4 – A volatilidade do Bitcoin pode ser negociada

A volatilidade é um produto derivado de um instrumento financeiro subjacente e pode ser negociado através de opções. As opções são produtos que pagam quando uma   determinada condição de preço é atendida (por exemplo, quando o preço do produto subjacente atinge uma barreira superior).

As opções são usadas para especulação (você espera que o preço do bitcoin desça abaixo de 950 USD e queira trocá-lo) ou hedging (você está pagando seus funcionários com bitcoin mas ganha em USD, então queira definir o limite da taxa de conversão).

Atualmente, existem apenas alguns lugares onde você pode negociar com opções no bitcoin. Se você negociar com opções, você pode ter reconhecido algo chamado volatilidade implícita.

A volatilidade implícita é um parâmetro calculado (implícito) a partir da equação de precificação de opções (Black-Scholes). Embora também é chamado de volatilidade, é diferente da volatilidade que calculamos acima (a partir de agora chamamos de volatilidade realizada).

É importante observar este parâmetro, pois mostra o sentimento do mercado do produto subjacente.

Quanto maior a volatilidade implícita, mais cara será a opção de compra. Atualmente, as opções de compra de BTC_USD com vencimento em 31 de março de 2017, listadas no Deribit, mostram uma volatilidade média implícita de 85% no lado da oferta e de 130% no lado do pedido (em comparação com uma volatilidade máxima de 60% no ano passado).

É comum ver um prémio sobre volatilidades implícitas (em comparação com a volatilidade realizada), como opção vendedores têm um risco de perda infinita.

Em geral, quanto mais líquidos forem os mercados de derivativos, mais profundamente líquido será o produto subjacente (ou precisa ser). A aparência de opções de Bitcoin mostra que a liquidez de Bitcoin aumentou.

#5 –  Bitcoin tem o potencial de igualar a volatilidade sobre as principais moedas fiduciárias

Bitcoin não fez muito ruim no ano passado, em comparação com moedas fiduciárias. Em média, os retornos diários foram positivos, a volatilidade ainda era a mais alta, mas uma queda de quase 8% no valor da libra esterlina não parece muito melhor do que a queda de 15% do BTC.

Confira também:  O Fim das Transações Ilícitas na Rede Bitcoin

E você o que acha disso tudo?

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

O Fim das Transações Ilícitas na Rede Bitcoin

A privacidade do Bitcoin pode ser reduzida com o lançamento da plataforma QLUE , que ao lado de outras ferramentas serão usadas para rastrear as transações Bitcoin e revelar identidades de usuários.

Confira também: Bitcoin está se Tornando uma Opção de Investimento a Longo Prazo

Combate a crimes financeiros

Embora alguém tenha ouvido falar que o bitcoin é usado em atividades criminosas, como a venda de itens ilícitos na web profunda, sua natureza pseudônima torna menos do que ideal para criminosos cibernéticos. Mas o equívoco que Bitcoin é irrastreável é muito comum e muitas vezes ainda é apresentado como uma “moeda anônima”, apesar de seu ledger público.

Bitcoin menos anônimo

Agora,  Bitcoin pode tornar-se ainda menos anônimo com o lançamento de QLUE, uma plataforma criada para combater transações ilícitas na rede Bitcoin.

O lançamento foi anunciado no dia 20 fevereiro deste ano, pela Blockchain Intelligence Group (BIG), uma empresa canadense focada Big data e tecnologia blockchain que desenvolveu o QLUE para ajudar as agências policiais em todo o mundo “na luta contra crimes financeiros envolvendo o Bitcoin”, identificando e rastreando as Transações Bitcoin.

Confira também: O Bitcoin é Anônimo?

Como funciona?

QLUE incorpora várias técnicas e algoritmos de pesquisa avançada para detectar atividades suspeitas nas transações Bitcoin, uso de ferramentas da “Dark Web”, como o Tor, e outros métodos comumente usados ​​por criminosos para cobrir atividades ilegais online.

Shone Anstey, presidente e fundador da BIG, declarou o seguinte:

Como uma empresa pró-Bitcoin, nosso mandato é ajudar a eliminar o abuso da rede Bitcoin. Neste momento eu gostaria de agradecer a nossa equipe de desenvolvimento por seus esforços e trabalho árduo que trouxe esta versão a público – Shone Anstey.

Embora a liberação da plataforma QLUE possa ter um impacto positivo para o Bitcoin e na luta contra atividades criminosas dentro de sua rede, também é um sinal preocupante para a privacidade de seus usuários.

“A privacidade é necessária para uma sociedade aberta na era eletrônica”, escreveu Eric Hughes no A Cypherpunk’s Manifesto (1993).

Outras medidas além de QLUE

Juntamente com o QLUE, outras medidas para identificar usuários de criptomoedas também estão sendo exploradas. Na União Europeia, a Comissão Europeia apresentou uma proposta para que as exchanges armazenassem os ID de utilizador e os endereços de carteira numa base de dados central.

A Comissão da UE está a levar a cabo esta ideia, apesar de que o Tesouro britânico ter já demonstrou previamente que as criptomoedas estão em “baixo risco” para serem utilizadas por criminosos e terroristas.

No entanto, QLUE não é o primeira solução aparecer no mercado. A Chainalysis,  uma empresa sediada em Nova York e parceira da Interpol, também fornece uma ferramenta para a luta contra o cibercrime, que já checou mais de US $ 15 bilhões em transações Bitcoin, até o momento em um esforço para conter a  epidemia de Ransomware.

Michael Gronager, CEO e co-fundador da Chainalysis afirmou anteriormente:

As transações Bitcoin costumavam ser anônimas, mas nosso software é capaz de ligar a fonte e o destinatário. Com efeito, bitcoin tornou-se menos anônimo do que dinheiro.

Os ataques através de Ransomware

Ransomware, juntamente com ataques mal-intencionados DDOS, tornaram-se uma grande preocupação entre as empresas. Assim, não é nenhuma surpresa que alguma aplicação da lei quer ganhar uma vantagem sobre esta tecnologia, ajudando a financiar Blockchains inteligentes, como a Elliptic, que recebeu US $ 5 milhões em março de 2016.

Enquanto isso, na Itália, as autoridades também estão preocupadas com criminosos usando Bitcoin, alegando que a máfia burla dinheiro através de jogos Bitcoin. Além disso, a polícia cibernética da Itália argumenta que o anonimato online não deveria existir porque ajuda os cibercriminosos a fugir da aplicação da lei.

Esta tendência para a “desanonimização” dentro na rede Bitcoin, pode levar os usuários a buscar refúgio em outras criptomoedas menos conhecidas que se concentram em transações anônimas como Zcash e Monero.

Por fim, Bitcoin em si poderia desenvolver resistência a tais ferramentas de vigilância com propostas como TumbleBit e Mimblewimble.

Confira também: Tamanho Importa: Japão se Torna o Maior Mercado de Bitcoin do Mundo, bate China e EUA

E você o que acha disso tudo? Será que realmente precisamos dessas soluções? Deixe sua opinião.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Preço do Bitcoin Aumenta com Acordo do SEC e ETF

O preço do BTC atingiu a casa dos US $ 1100, após a notícia positiva a respeito do SEC e de seus novos  regulamentos que são esperados, para impulsionar Startup de Bitcoin.

Confira também: LocalBitcoins Registra Maior Alta de Todos os Tempos, Volume da China Sobe 500%

Relacionamento produtivo

Um memorando  entre a Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos e a Associação de Administradores de Valores da América do Norte (NASAA), foi assinado na última sexta-feira 17/02, os dois órgãos compartilharão informações relacionadas para garantir que os novos regulamentos de crowdfunding sejam eficazes para pequenas empresas.

NASAA e SEC

NASAA Presidente Mike Rothman (L) e SEC Presidente interino Michael Piwowar sinal MOU.

As novas regras tornarão mais fácil para as empresas de nível de entrada levantar fundos via exceções às restrições que governam crowdfunding.

“O acordo não só baseia-se em uma relação já produtiva entre a SEC e os reguladores estaduais, também oferece insights e proteções adicionais como ajudamos as empresas a crescer e criar postos de trabalho, proporcionando novas oportunidades para os investidores”, afirmou Michael S. Piwowar, Trecho comunicado à imprensa.

Reação do mercado de bitcoin

O movimento é geralmente visto como um passo benéfico para a criptomoedas e startups Blockchain, com obstáculos sendo removido para o ecossistema dos EUA para se tornar mais inovador e competitivo.

Diante dessas mudanças o entusiasmo se refletiu no apoio contínuo do Bitcoin, onde o preço da moeda digital cruzou a barreira de US $ 1.100, conforme dados mostrados em Coinmaket.

Todos os olhos em março

O movimento vem em um momento crucial para a SEC, em particular, como se prepara para entregar o seu veredicto final sobre a permissão do Winklevoss Bitcoin ETF. A esperada decisão está prevista para 11 de março, com muitos prevendo conseqüências altamente favoráveis ​​para a bitcoin, em caso de um resultado positivo.

O comunicado de imprensa, entretanto, descreve as novas opções disponíveis para as próprias startups fintech.

“As empresas agora também podem levantar até US $ 5 milhões por ano através de outras regras alteradas, o que poderia facilitar o desenvolvimento regional oferecendo isenções ao nível estadual para permitir que as empresas a buscar investidores em uma região específica”, o limite anteriormente era de US $ 1 milhão.

Confira também: coinBR, Negocie Coins e Blockchain Academy Debatem sobre ações do PBOC

E você o que acha dessa medidas da SEC? E o que espera da aprovação do EFT dos irmãos Winklevoss?

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Bitcoin está se Tornando uma Opção de Investimento a Longo Prazo

É bom ver o crescente apoio às criptomoedas, como um investimento de longo prazo, no entanto – até agora, a maioria das pessoas viu bitcoin como uma maneira de “ficar rico rápido”.

Confira também:  Tamanho Importa: Japão se Torna o Maior Mercado de Bitcoin do Mundo, bate China e EUA

Muitos tem usado bitcoin como uma maneira de proteção de encontro à instabilidade financeira futura ou atuais em alguns países como Venezuela. Na maioria dos casos, isso é considerado um conselho sólido.

Por algum tempo, os investidores têm procurado maneiras alternativas de ganhar dinheiro. Compras e negociações de ações ou moedas estrangeiras tornaram-se um empreendimento bastante arriscado. Com pouco espaço para fazer um lucro rapidamente, soluções alternativas precisam ser criadas. Bitcoin oferece uma alternativa intrigante, embora nem todos possam considerá-la uma boa opção de investimento viável agora.

Títulos de investimentos

Os títulos são a opção menos popular para o dinheiro do investimento por mais de dez anos. Isso é tudo menos surpreendente, como títulos não fornecem quaisquer retornos significativos nesse momento é duvidoso que a situação vai mudar a qualquer momento em breve. Os investidores têm puxado dinheiro de títulos há algum tempo e continuará a fazê-lo ao longo do tempo.

Bitcoin como um investimento de longo prazo

Curiosamente, os investimentos em dinheiro são bastante populares. Na verdade, os investimentos em dinheiro são mais populares do que o ouro, outros metais preciosos, e mercado de ações. É evidente que o foco dos investidores está mudando para oportunidades de investimento de longo prazo com pelo menos algum potencial no futuro. Os investimentos em dinheiro podem não ser o melhor caminho a percorrer, no entanto. Contas de poupança resultam em mais custos do que os ganhos.

O mercado Imobiliário continua a ser uma das escolhas mais populares para os investidores em todo o mundo. Possuir uma propriedade, não resultará em perdas financeiras imediatas. Na verdade, ao longo de dez anos tem um enorme potencial de lucro. Não está nem perto do potencial do bitcoin, porém, ainda é uma alternativa viável para muita gente. Isso é até que todos os governos restringem as saídas de capital para grandes transações.

Confira também: Parceria entre Foxbit e Urbe.me permite investir no mercado imobiliário usando Bitcoin

Gavin Smith, CEO da First Global Credit , com sede no Reino Unido , confirma o progresso do mercado Bitcoin. Sua empresa, que exclusivamente permite que os investidores participem em mercados de ações internacionais usando bitcoin como garantia, observou um progresso significativo no ano passado no desenvolvimento do mercado de capitais de bitcoins.

“Este é um passo necessário para o mainstream, pois dá às pessoas uma razão para manter sua posição de bitcoin em vez de pular fora de bitcoin em cada queda no preço de mercado”, diz Smith, acrescentando que a diminuição da volatilidade do mercado está criando sendo positivo, tornando aceitação mais próximo do mainstream.

É bom ver o crescente apoio à criptomoedas como um investimento de longo prazo. Até agora, a maioria das pessoas viu no bitcoin uma maneira de “ficar rico rápido”. Felizmente, essa situação está mudando a cada ano.

Confira também: Erro de implementação no protocolo ZeroCoin gera um prejuízo de 410 BTC

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

coinBR, Negocie Coins e Blockchain Academy Debatem sobre ações do PBOC

Brazilian Bitcoin Connection (BBC-1) apresentado pelo CEO da coinBR Rocelo Lopes que é conhecido pela comunidade de bitcoin brasileira, juntamente com alguns convidados, debateram sobre  as últimas ações do Banco Central da China sobre as exchanges.

Confira também: BTC China Suspende Saques de Bitcoin por um Mês

Preocupações do PBOC

Rosine Kadamani uma das convidadas no programa, enfatizou que o banco central não reconhece o bitcoin como um instrumento de troca, que ao mesmo tempo traz diversas implicações regulatórias, destacando que a comunidade bitcoin não está desprotegida sobre regulamentos atuais.

“Eu não estou surpresa com as ações da China, mas acho que foram um pouca bruscas.” Rosine Kadamani – Co-founder Blockchain Academy.

Rosini ainda completou dizendo que não ficaria surpresa, se o banco central do Brasil começasse seguir as mesmas medidas do banco central da China, mas ela destacou que as exchanges Brasileiras estão preparadas para qualquer medida que vem a surgir a respeito de alguma regulamentação no país.

Exchanges Brasileiras

Hoje no Brasil as exchanges já tomam as principais medidas contra lavagem de dinheiro, sendo que cada centavo que entra  em uma exchange sempre passa por algum banco, que é regulamentado pelo Banco Central Brasileiro, portanto o Banco Central até o momento não se preocupa com as transações de bitcoin no país.

“O mercado só tem a ganhar, mesmo que leve um pouco de susto agora.” Rosine Kadamani – Co-founder Blockchain Academy.

O moderador do programa, Rocelo Lopes, perguntou ao Rodrigo Lullez CEO da Negocie Coins, o que uma medida como essa do Banco central da China impactaria nas exchanges Brasileiras.

Confira também: Conheça a Smart Wallet coinBR – Sua Próxima Carteira de Bitcoin

O Rodrigo respondeu que poderia atrapalhar nos negócios, ao mesmo tempo ele tem receio que algo venha a surgir em torno de alguma licença para operação ou taxação de serviço.

Rodrigo acredita que a partir do momento que algum órgão regulamentador, reconheça o bitcoin legalmente, isso faria que mais pessoas venham usar o bitcoin, principalmente pela segurança que vai trazer para o mercado e uma maior fiscalização nas exchanges, para que mostrem valores reais de negociações, para que não aconteça o que está ocorrendo na china, já que hoje não possuir nenhum órgão regulamentador, que force a as exchange mostrar que aqueles números sejam verdadeiros.

“Tudo tem que ter um controle, tudo tem que ter uma regulamentação.” Rodrigo Lullez – CEO da Negocie Coins.

Por outro lado o Eduardo Ferreira representante business development da coinBR em UK, comentou que “a regulamentação não deve ser muita agressiva ao ponto de “estrangular” as empresas e nem muito “frouxa” para permitir o mal uso da tecnologia”.

Eduardo afirma que o Banco central da China, está correndo atrás de todas as saídas de dinheiro do país, e o bitcoin não é o único responsável pela evasão fiscal.

“Os bancos europeus ainda são muios restritivos em relação a exchanges e trades de bitcoin.” Eduardo Ferreira business development da coinBR em UK.

Os convidados destacaram a preocupação com alguns bancos, que ultimamente tem fechado conta de exchange devido a negociações relacionados com bitcoin, mais destacam que está havendo um amadurecimento por parte dos bancos.

Profissionalização do Mercado Bitcoin

Como já sabemos o Bitcoin vem ganhando espaço, várias startup tem surgindo oferecendo soluções usando como base o Bitcoin, e diante desse crescimento surgi a necessidade e preocupação da existência de um “órgão regulamentador” para proteção desse  mercado.
Os participantes do programa finalizaram, afirmando que precisa sim regulamentar, desde que se faça de forma transparente e com muito cuidado, para que não atrapalhe o desenvolvimento do mercado, educando as pessoas ao usar a parte boa que o bitcoin tem a oferecer, beneficiando público em geral.

Assista o video na íntegra

E você qual sua posição sobre regulamentar o bitcoin? Quais seriam os principais benefícios. Deixe sua opinião.

Confira também: Concurso Oferece R$ 60.000 para Startup de Blockchain

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

BTC China Suspende Saques de Bitcoin por um Mês

Considerada uma das maiores bolsas de bitcoin chinesa, BTCChina anunciou a suspensão das retiradas de bitcoin e litecoin. Com efeito, todas as grandes bolsas chinesas  já aplicaram uma suspensão de um mês sobre as retiradas de criptomoedas em suas plataformas.

Confira também: Principais Bancos do Japão Investem em Bolsa de Bitcoin

A suspensão vai durar até 15 de março, a medida surgiu após a repressão do banco central contra as exchanges de bitcoin do país.

Em um anúncio em sua página inicial, BTCChina destacou as mesmas razões citadas por outras duas grandes bolsas OkCoin e Huobi, que suspenderam as retiradas há uma semana. A BTCChina diz que está atualizando seu sistema de verificação de clientes em conformidade com as normas anti-lavagem de dinheiro, impostas pelo Banco Popular da China (PBoC) sobre o mercado de câmbio de bitcoin. BTCChina acrescenta que a suspensão será retomada assim que atualizar o seu sistema seguindo normas do Banco Central da China, e se possível reativar o saque antes do período de 30 dias.

Confira o comunicado postado em www.btcchina.com:

“Caro Cliente, a BTCChina continuará a atualizar seu sistema de inspeção e verificação para retiradas de bitcoin e litecoin como medida de proteção contra lavagem de dinheiro, câmbio de dinheiro ilegal, esquemas de pirâmide ou outras atividades ilegais.
Como resultado, as retiradas de bitcoin e litecoin serão suspensas de 15 de fevereiro até 15 de março. As retiradas serão retomadas assim que os padrões do mercado forem resolvidos e o sistema de inspeção e verificação tiver sido atualizado.
Nota:
1. As retiradas de Bitcoin e de litecoin serão retomadas assim que o sistema de inspeção e verificação tiver sido atualizado. Vamos informar os clientes assim que isso acontecer.
2. Os depósitos e retiradas de CNY não serão afetados; Se os clientes quiserem retirar fundos dentro de um período mais curto, eles podem primeiro trocar seus bitcoins e litecoins para CNY na troca e, em seguida, retirar o CNY.
Pedimos desculpas por qualquer inconveniente causado.
Obrigado pela sua cooperação e compreensão.” The BTCChina Team

Um fato curioso é que a suspensão não afeta depósitos ou retiradas de Yuans. Para retiradas mais rápidas, a exchange sugere que os usuários convertam suas criptomoedas em moeda ficuciária antes de retirar em Yuan.

A “Investigação”

Desde o inicio do ano que o PBoC começou a investigar as exchanges bitcoin do país. Uma série de mudanças tem surgido, incluindo o fim da taxa zero e a desativação de margin trad. As negociações e o preço de bitcoin foram impactados notavelmente. Fazendo com que negociação peer-to-peer (P2P) em plataformas como LocalBitcoins aumenta-se nos dias, mostrado números recordes. Um total de ¥ 6,6 milhões de yuans foi negociado na semana passada na LocalBitcoins após o comunicado de duas das três grandes bolsas chinesas suspenderem as retiradas de bitcoin.

Algo positivo

Ao contrário da queda drástica da semana passada, os usuários bitcoins parece ter ignorado esta últimas notícias, com pouco ou nenhum impacto sobre o preço do bitcoin, isso demostra um amadurecimento do mercado em relação as noticias, que nos últimos anos vinha favorecendo a volatilidade da moeda.

Confira também: Traders Bitcoin da China Estão Perdendo confiança nos Preços das Exchanges

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Traders Bitcoin da China Estão Perdendo confiança nos Preços das Exchanges

Após a decisão das exchanges de bitcoin da China em congelar as retiradas, as medidas adotadas pelo People’s Bank of China (PBOC), afetou o mercado de balcão (OTC) do país.

Confira também: Popularidade do LocalBitcoins Teme Ação do Banco Popular da China

Conforme relatado na primeira semana de Fevereiro, dois  das “três grandes” exchanges de bitcoin da China, suspenderam retiradas de bitcoin em resposta às novas pressões do People’s Bank of China (PBOC), um movimento que foi seguido por novas normas sobre a política de trocas em todo o país.

Mudanças estratégicas

Comerciantes estão relatando que eles tiveram que mudar as estratégias, eles acreditam que as exchanges do pais já não se comportar-se como um indicador de preço confiável.

Em conversa com a CoinDesk, representantes de grandes firmas de OTC indicaram que agora estão usando o preço do dólar norte-americano (conforme listado no Bitfinex baseado em British Virgin) para determinar o preço do bitcoin.

Zhou Shouji, operador da FinTech de negociação OTC FinTech Blockchain Group, disse que sua FinTech agora usa a taxa de câmbio, assim como o negociador OTC Zhao Dong, que chegou a descrever as bolsas da China como “totalmente desativadas”.

“Já que você não pode retirar, o preço não tem sentido se você quiser negociar bitcoin, o preço em exchanges chinesas é preço falso agora.”, disse Zhao, ao CoinDesk.

Só nos últimas dias, boa parte dos usuários tem recorrido ao Localbitcoins, uma plataforma de negociação p2p, como refúgio das limitações do PBOC.

China Localbitcoins

Diante de toda esta situação imposta pelo Banco Central da China, acredita-se que tais serviços e plataformas de negociações p2p, podem ser amplamente utilizados, especialmente se outras ações forem anunciadas pelo banco central.

Confira também: Comparativo de Taxas entre Exchanges Brasileiras

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

JP Morgan e Santander Anunciam Criar nova Corporação Baseada no Blockchain do Ethereum 

Novos detalhes surgiram sobre uma nova iniciativa que em breve vai ser lançada para  uso empresarial baseada no protocolo ethereum.

Bitcoin Poderia Afetar a Política Monetária dos Mercados Emergentes?

O Banco de Reserva Federal de St. Louis vice-presidente, Dr. David Andolfatto, é otimista sobre Bitcoin, como uma moeda alternativa poderia impor limitações sobre a capacidade dos governos para aumentar as receitas através da criação de dinheiro.

Confira também: Primeiro “Banco de Bitcoin” Abre na Áustria

“Em alguns países”, diz o ex-professor, “a capacidade de um banco central imprimir dinheiro é uma fonte significativa de receita para o governo. Não é o caso nos EUA ou nos países desenvolvidos. Mas nos países subdesenvolvidos, onde você não tem um sistema tributário bem desenvolvido, e ainda uma fração relativamente grande da população que vive no campo, uma alternativa para coletar impostos é através do imposto inflacionário. Ou seja, para imprimir dinheiro “.

Dr. Andolfatto, que publica seus pensamentos no blog Macromania, não assume uma posição qualitativa sobre o imposto sobre a inflação. “Se um governo faz isto para construir um hospital para crianças doentes, é discutivelmente uma coisa boa”, ele aponta. “Se ele faz isso para o hardware militar para os amigos do mal, é provavelmente ruim. De qualquer maneira, se um governo se encontra fiscalmente constrangido, ele vai querer começar a imprimir dinheiro a uma taxa cada vez mais rápida. 10% no primeiro ano, 20% ao ano, 30%, e assim por diante. A essas taxas, torna-se caro para manter dinheiro porque está perdendo seu poder de compra muito rapidamente “.

Um refúgio contra entidades centrais

Em tais circunstâncias, as pessoas tendem a procurar substitutos de dinheiro ou moedas alternativas como o ouro, o dólar dos EUA ou bitcoin. Exemplos recentes incluem lugares como Zimbábue e Venezuela.

“O que as pessoas fazem em altas circunstâncias inflacionárias e hiperinflacionárias é buscar moedas alternativas ou concorrentes”, diz Dr. Andolfatto Bitcoin.com. “Isso poderia ser o dólar dos EUA, ouro e coisas assim. Os governos e os bancos centrais muitas vezes impõem restrições cambiais, talvez por meio de leis que impedem as pessoas de abrir contas bancárias em dólares “.

Não é tão fácil, no entanto, para um banco central  impressão de dinheiro bloquear entradas de capital em moeda digital.

Fácil de usar

“Qualquer criança com um telefone e acesso à internet, pode acessar esta moeda alternativa, não sob jurisdição de qualquer governo, porque é acessível através da internet”, explica o vice-presidente. “A única maneira que um governo poderia realmente reprimir é através de medidas draconianas, essencialmente fechando a internet no país ou confiscar todos os dispositivos pessoais.”

Desde que um governo não vá tão longe, Dr. Andolfatto acredita  que o Bitcoin poderia promover a moderação do banco central em países com intensas fiscalizações.

“Você pode ver como esta moeda concorrente pode impor algum tipo de disciplina em um banco central no futuro, se bitcoin se tornar mais popular e for mais amplamente usado, como é o caso na Venezuela”, diz ele – “Isso potencialmente impede a capacidade de um banco central ou do governo inflar a moeda”.

A batalha: bitcoin x sistema bancário

Essa moeda alternativa poderia ter implicações para as políticas dos bancos centrais em outras jurisdições do mundo em desenvolvimento, de acordo com o Dr. Andolfatto, cujos interesses estão nos sistemas bancário, monetário e de pagamentos.

“Você sempre viu as moedas concorrentes emergir, a única diferença é que esta é digital e através da internet”. “Na medida em que Bitcoin está disponível, na medida em que o bitcoin tem inflação zero, as pessoas vão se perguntar: ‘Por que eu deveria aceitar este bolívar para meu trabalho e ou bens, quando o bolívar está se depreciando a uma taxa rápida? Por que não aceito bitcoin com meu telefone? ‘ Nesse caso, a população substitui a moeda nacional, o bolívar neste caso, e passa a ignorá-la. Torna-se sem valor ou é expulsa da circulação e a economia muda para bitcoin ou algum outro substituto. ”

Então, se ninguém quer o bolívar, a capacidade da Venezuela de extrair um imposto sobre a inflação vai para zero. “A capacidade [de um governo] para adquirir bens e serviços através da impressão de dinheiro depende de pessoas que aceitam dinheiro”, elucida o Dr. Andolfatto. “Se ninguém aceita bolívares, só bitcoins, então o banco central e o governo vão ficar sem sorte”.

Confira também: Microsoft Está Investindo Fortemente no Blockchain do Ethereum

Ele acrescenta: “Se o banco central e o governo entenderem a ameaça dessa substituição monetária, não é provável que aumentem a taxa de inflação. Eles vão manter a taxa de inflação menor do que de outra forma teria sido, e será capaz de extrair menos inflação, receita fiscal porque as pessoas poderiam despejar o bolívar e substituir com bitcoin”.

Dr. Andolfatto, notavelmente, não acredita que Bitcoin representa um fenômeno completamente novo completamente.

“Os bancos centrais estão sob ameaça de concorrência cambial desde o início da história”, disse ele à bitcoin.com.”

A concorrência de moeda é indiscutivelmente. Tem sido uma coisa boa – bitcoin é uma moeda de fato, no que diz respeito aos bancos centrais.

Confira também: Bitcoin é Reconhecido pelo Banco Central de Filipinas

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

E você usa bitcoin em que? Conte sua experiência, e qual sua visão para o futuro das moedas digitais.