domingo , 30 abril 2017

Arquivos do Autor: Israel Finardi

Libertário, agorista, estudante de Arquitetura, Criptoanarquismo e Economia Austriaca. Sou um enorme entusiasta do Blockchain e das Criptomoedas. - - Gostou do meu conteúdo e quer me apoiar, pague-me um café ☺ Ƀ: 1Dmdc9AEtDAs39tTvrK4WzDpUAGEQxH6xb

Dê utilidade ao seu desktop ou laptop antigo que não serve para nada!

Minere altcoins com o MinerGate

É muito comum os novos usuários das criptomoedas, assim que entendem como elas funcionam, quererem minerar algum tipo de altcoin. A maioria das vezes esses usuários acabam desistindo por causa da complexidade e baixo rendimento que elas oferecem a curto prazo.

Mas se você entende que o mercado de criptomoedas é altamente volátil e imprevisível, obviamente sabe que a qualquer instante aquela moeda que hoje não vale nada, pode ter uma valorização de até 1000%.

Pensando nisso, a nossa equipe quis facilitar o processo para quem quer minerar altcoins e “jogar na loteira”.

Existe um software simples e confiável que te permite minerar várias moedas dentro da plataforma.

O nome dele é MinerGate.

4 passos para começar a minerar as altcoins:

1 – Faça o download do programa no site: https://minergate.com/

2 – Instale.

3 – Se cadastre, confirme seu endereço de e-mail no site.

4 – Abra o programa, faça o login e ative o “Smart Miner” ou clique na moeda que deseja minerar.

As moedas listadas na plataforma que estão disponíveis para a mineração são:

Aeon, Bytecoin, Ethereum, Ethereum Classic, Monero, Factom Coin, Infinitum 8, Digital Note e Quartz Coin.

Seguiu os passos? Pronto! Você já está minerando Altcoins com o MinerGate. Simples, fácil e rápido.

Gostou do artigo? Dê sua opinião nos comentários.

Quer receber as notícias em primeira mão? Participe do nosso canal no Telegram: https://t.me/criptomoedasfacil  (@criptomoedasfacil)

Visa levará exchange brasileira Foxbit para o Vale do Silício

A bolsa de bitcoins mais usada do Brasil terá o apoio da Visa

A Foxbit, a bolsa virtual de Bitcoins mais usada pelos brasileiros foi selecionada pela Visa para fazer parte de um programa de aceleração e incubação, conhecido como Track, realizado em parceria com o centro de inovação GSVLabs, do Vale do Silício, e a consultoria brasileira Kyvo Design-Driven Innovation.

A Foxbit, que consiste em uma plataforma de negociação da moeda virtual Bitcoin e ativos digitais, foi escolhida entre 13 finalistas do processo de seleção desse aceleramento e receberá R$ 235 mil da Visa para um programa de seis meses, com estágio de um mês durante a fase de aceleração do negócio na sede do GSVLabs, um centro de inovação mundial que abriga mais de 170 startups, situado no Vale do Silício, nos Estados Unidos.

No total foram 180 startups inscritas.

“Buscamos startups que já estão maduras, com dois a três anos de mercado e já têm produtos lançados”, afirma Erico Fileno, diretor de inovação da Visa no Brasil em entrevista para a Valor Econômico.

O programa compreenderá um período de três meses de aceleração, sendo um no Vale do Silício, e três meses de incubação das empresas, e usará a metodologia da GSVLab, além de contar com um conjunto de mentores e a consultoria da Kyvo para aplicação prática dos conceitos.

A ideia do programa é buscar soluções que possam ser aproveitadas não só pela Visa, mas também pelos clientes da empresa de meios de pagamento no Brasil, sejam os emissores de cartões, os adquirentes ou os varejistas.

“Essas empresas contemplam tecnologias como bitcoin (moeda virtual), data analytics e métodos não tradicionais de autenticação, que estão em conformidade com a agenda de inovação da Visa”, afirma Percival Jatobá, vice-presidente de produtos da Visa Brasil.

Apesar das fintechs liderarem a inovação nos serviços de banco digital no Brasil, as instituições financeiras tradicionais é que parece que determinarão o escopo das mudanças no setor.

A mudança estrutural na demanda e comportamento dos clientes está levando os bancos a focar cada vez mais em canais de serviços alternativos”, diz Ceres.

Os investimentos das instituições financeiras em TI necessários para o desenvolvimento e lançamento das estratégias digitais no Brasil chegam a R$ 5 bilhões por ano.

Cada banco tem adotado abordagens diferentes na implementação de suas estratégias digitais. Além de investirem em plataformas digitais, bancos como o Itaú Unibanco e Bradesco, por exemplo, também lançaram programas para o desenvolvimento de soluções em parcerias com as startups.

Esse acontecimento é no mínimo interessante para a comunidade bitcoin brasileira, pois pode trazer uma gama de novos usuários mainstream mais conservadores instigados a investir em bitcoin pela propaganda que a Visa fez para bolsa mais usada pelos brasileiros.

Quer receber as notícias em primeira mão? Participe do nosso canal no Telegram: https://t.me/criptomoedasfacil  (@criptomoedasfacil)

Como se proteger da próxima crise financeira mundial com o Bitcoin

Você confia no Governo?

Que o Bitcoin é um ativo digital financeiro protegido por criptografia, legitimado e armazenado de forma descentralizada, deflacionário e tem oferta limitada porque é intocável por bancos centrais e governos, você já sabe.

Agora veja como e porque é que você pode proteger o seu capital e se aproveitar desse santo graal dos investimentos virtuais de médio e longo prazo, a fim de sair bem de uma futura crise financeira mundial.

Na antiga mitologia grega, a Caixa de Pandora era um misterioso artefato. A caixa continha dentro dela a capacidade de revelar todos os males do mundo. Na história, Pandora que foi a primeira mulher criada por Zeus, abre a Caixa, deixando escapar todos os males do mundo, menos a esperança.

Bom, mas o que é que isso tem a ver com o Bitcoin?

Simples: o Bitcoin é a caixa de pandora do mundo financeiro.

Uma vez que você estuda, desmistifica, entende a tecnologia e o propósito da criação dele, você enxerga quais são os principais fatores que levam governos manipuladores usarem fraudes não só para alterar o mercado de moedas fiat, como levar a ruína de economias de países inteiros. Em seguida, você muda completamente a sua visão sobre dinheiro, política monetária, investimentos e até sobre a sua ideologia de mundo.

Se a inflação é tão cara para a população, porque alguns governos continuam a criar a inflação?

Quando o governo imprime dinheiro e usa para comprar bens e serviços no mercado, é como se fosse cobrado um imposto. Uma transferência de riqueza das pessoas para o governo. Porém, neste exato momento, a inflação não é um tipo de imposto efetivo ou visível.

Então, governos frequentemente gostam de usar a inflação no lugar do anúncio da cobrança de impostos, quando eles estão desesperados e sem apoio da população. Eles só fazem isso quando não conseguem arrecadar fundos de outra forma, porque tem aval para falsificarem o próprio dinheiro.

Políticas inflacionistas e o controle estatal da moeda foram o grande desastre do século XX. Como é que pode existir alguém que tem a coragem de defender que o governo assuma o monopólio coercitivo de moeda, force o curso dela e inflacione-a continuamente até destruir o poder de compra da poupança, investimento e do salário dos trabalhadores?

Como sabemos, alguns errados fundamentos jurássicos da economia ortodoxa keynesiana ainda dominam o meio acadêmico, justamente porque essa teoria foi herdada pelas gerações anteriores, que frequentemente usavam essas políticas desenvolvimentistas (eufemismo para políticas inflacionistas) como uma forma de populismo ou de financiamento das próprias mordomias.

Veja só o caos que se encontrava o Brasil antes da limitação da impressão monetária pelo Plano Real, e, mesmo depois disso, foi necessária uma PEC de limite dos gastos públicos (recentemente aprovada em 2016):

Essas políticas que levaram o Brasil a ruína financeira foram aplicadas durante um longo período de tempo, e por incrível que pareça, existem pessoas que conseguem defender elas. Ainda permanecem vivas como um monstro que hiberna, pronto para acordar e atacar as suas presas qualquer instante.

Um exemplo de que isso acontece em escala global é perceber como a intervenção dos governos forçam os bancos a fazerem empréstimos a juros baixos para tomadores irresponsáveis e inadimplentes.

Essa prática foi uma das que levou a formação da bolha dos preços de casas, na crise de 2008.

Os próximos 3 vídeos mostram como uma potencial crise financeira global está prestes a explodir.

O cenário já é um dos, ou se não o pior da história econômica mundial. E isso tudo devido aos gastos desenfreados dos governos.

Sabendo disso, devemos sim ter razões para acreditar que a próxima crise financeira pode ter uma magnitude tão grande como a de 2008 (ou até mesmo pior do que a de 1929).

É por esse motivo que o Bitcoin foi criado, numa tentativa de ver como o dinheiro sadio, sem a interferência do governo se sai diante de um livre-mercado global sem a interferência de governos.

Leia o White Paper do Bitcoin se ainda não tiver lido, e entenda

Nesse artigo, feito pelo anônimo Satoshi Nakamoto, dá alguns exemplos do que ele afirma com propriedade ser errado dentro de um sistema bancário moderno. Satoshi diz que não concorda com o que ele vê no atual arranjo financeiro, e quer mudar isso.

A crise financeira de 2008 foi um grande motivador para “ele” criar o protocolo Bitcoin, como uma forma de provar que podemos ter uma moeda que está livre da influência dos bancos e da interferência do estado.

Então antes que aconteça outra crise financeira, segundo Nakamoto, devemos manter um acúmulo crescente de Bictoins.

Quanto mais pudermos guardar, melhor

Sim, eu acredito que o Bitcoin pode aliviar ou até resolver completamente os problemas apresentados pelos Sistemas de Reservas Fracionárias e o incentivo a governança corrupta que esse sistema causa, mas pode demorar muito para o mundo comum abrir as portas para algo alternativo em larga escala.

Sistemas de Reserva Fracionárias são os maiores esquemas ponzi da agenda de elite corporativa e a sociedade tentar algo novo — como Bitcoin — significa morte para eles.

Se você preza pelo seu capital e não quer que a elite burocrática corporativista continue a praticar constantes fraudes no seu dinheiro, tudo o que você precisa fazer é educar as massas e divulgar que sistemas econômicos alternativos são uma melhor opção do que o sistema no qual já estamos acostumados.

Use Bitcoin!

Quer receber as notícias em primeira mão? Participe do nosso canal no Telegram: https://t.me/criptomoedasfacil (@criptomoedasfacil)

Bitcoin pode ser seu melhor plano de previdência privada ou herança

Previdência: Entenda porque o Bitcoin é o melhor plano para o seu futuro

Uma oferta monetária fixa, ou uma oferta alterada apenas de acordo com critérios objetivos e calculáveis, é uma condição necessária para um preço justo e significativo do dinheiro.

Em uma economia centralizada, a moeda é emitida por um banco central a uma taxa que é suposto corresponder ao crescimento da quantidade de bens que são trocados de modo que esses bens podem ser negociados com preços estáveis. A base monetária é controlada por um banco central. No Brasil, o Banco Central aumenta a base monetária emitindo moeda, aumentando o montante que os bancos têm na reserva e, imprimindo dinheiro eletronicamente em um processo chamado flexibilização quantitativa.

Em um sistema monetário totalmente descentralizado, não há autoridade central que regula a base monetária. Em vez disso, a moeda é criada pelos nós de uma rede peer-to-peer (P2P). O algoritmo de geração dos Bitcoin define, antecipadamente, como a moeda será criada e a qual taxa. Qualquer moeda que é gerada por um usuário mal-intencionado que produz um gasto-duplo e que não segue as regras será rejeitada pela rede e, portanto, é inútil.

É por esse motivo que nem o governo, nem hackers nem bancos tem o poder de cobrar taxas, fraudar ou até roubar os seus bitcoins se você guarda-los de maneira correta.

Testamento de Herança sem impostos com Bitcoin

Fazer um testamento é uma das formas por aqueles que desejam deixar seu legado em dinheiro para sua família. Existem pessoas mal intencionadas que abusam do poder centralizado no estado para tentar taxar ou até abolir o direito a heranças. Portanto, a maneira mais correta de se deixar uma herança é colocando o dinheiro em bitcoins, um ativo onde o governo não pode colocar a mão.

No testamento, a pessoa que quer deixar o valor, pode escrever no documento qual é a senha da sua carteira off-chain. Assim, os herdeiros terão acesso automático e facilitado ao dinheiro.

Essa é a solução mais prática para aqueles que, desde já, se preocupam com o futuro dos seus herdeiros. Isso pode descomplicar todo o processo. No entanto, é preciso ficar em alerta: tome algumas medidas a fim de prevenir que outras pessoas tenham acesso à senha da sua carteira.

Maneiras seguras para guardar seus bitcoins

1 — Você pode lacrar uma paper wallet com a senha e endereçá-lo a determinada pessoa ou guardá-lo em um local especial. É importante, ainda, manter uma anotação bem detalhada do saldo da sua carteira, para ter certeza de que ela não está sendo usada indevidamente.

2 — Você também pode colocar seus bitcoins em uma plataforma multi-sig. O conceito multi-sig é uma carteira que precisa de mais de uma assinatura para transferir os bitcoins. Você pode entregar 1 chave para os seus filhos e 1 para uma pessoa de muita confiança, assim, quando você partir, os dois poderão movimentar bitcoins.

3 — Você pode usar um pendrive criptografado ou uma hardwallet. Se você não gosta da ideia de deixar um papel com suas senhas anotadas, existem outras opções disponíveis para destinar como quiser a sua herança digital. É possível, por exemplo, utilizar pen drives com instruções de como acessar sua carteira ou carteira físicas, como Trezor e Ledger Wallet.

O interessado em usar a técnica deve criptografar o pendrive com uma senha que apenas os herdeiros conheçam. Dentro dele, devem estar contidas as instruções sobre como acessar e utilizar as moedas digitais disponíveis.

Deixar a herança em bitcoins deve ser uma preocupação de todas as pessoas que utilizam essa moeda digital. Vale ressaltar, por fim, que o dinheiro continuará a existir, mesmo depois que os investidores originais do bitcoin tenham partido. Por isso, tome esses cuidados para garantir o repasse da sua quantia.

Previdência privada com o Bitcoin

Todos os brasileiros minimamente instruídos que conhecem a falcatrua dos sistemas de pirâmide, sabem que a previdência pública fornecida pelo governo é insustentável a longo prazo. Mas como resolver isso?

Devido a sua oferta limitada definida pelo código inicial, só existem 21 milhões de Bitcoins disponíveis para a mineração. Portanto o Bitcoin se trata de um recurso escasso, mesmo que digital.

Pela lei da oferta e demanda, quando um ativo é escasso e subjetivamente útil por suas qualidades ele valoriza no mercado e o seu preço dispara. O bitcoin tem muitas características positivas que o fazem valorizar a curto e a longo prazo, e pode ter uma infinidade de utilidades dentro do mundo financeiro.

A maior delas é a possibilidade de fazer um plano de previdência privada. Sabendo que o Bitcoin é escasso e sempre valoriza quando mais e mais pessoas entram no sistema, temos a garantia e a certeza que a cada dia ele vai valer mais.

Se você quiser algo seguro, não confie no governo, confie no Blockchain. Não deixe seu dinheiro no INSS nas mãos de burocratas.

O investimento em Bitcoin é um investimento cambial como qualquer outro, é fácil comprá-lo e negocia-lo assim investir em dólar ou euro.

Leve em conta que investir em moedas digitais pode ser uma boa estratégia para formar a sua carteira para a aposentadoria. Com bons estudos, as chances de ver seu dinheiro lucrar na esfera digital é muito grande!

Gostou do artigo? Compartilhe e deixe a sua opinião abaixo!

Quer receber as notícias em primeira mão? Participe do nosso canal no Telegram: https://t.me/criptomoedasfacil (@criptomoedasfacil) 

3 simples passos para você investir sem burocracia

Insvestir é mais fácil do que você pensa

Está cansado de enfrentar burocracia e altas taxas para começar a investir seu dinheiro? Aqui está a solução:

3 simples passos para você investir sem burocracia:

1 – Crie uma carteira (wallet) Smart Wallet coinBR e compre alguns bitcoins. Basta depositar em reais, e trocar por bitcoins diretamente na plataforma. É bem fácil de usar e intuitivo.

2 – Faça contas em dois sites: Poloniex e SimpleFX

No primeiro site (Poloniex) você pode negociar milhares de criptomoedas semelhantes ao bitcoin com variações diárias de até 1000%.

No segundo (SimpleFX), você negocia Forex e ações das principais empresas do mundo corporativo sem pagar altas taxas.

Os dois sites aceitam depósitos em Bitcoin!

3 – Transfira seus bitcoins da sua carteira Smart Wallet para a Poloniex ou para o SimpleFX, negocie seus fundos e lucre com seus trades!

O melhor disso tudo é que não há burocracia, valor mínimo ou pré-requisitos para o investimento.

Gráficos para análise técnica disponíveis no site tradingview.

Acompanhe análises técnicas toda segunda e quarta-feira no nosso canal do Youtube: Criptomoedas Fácil.

Agora todos têm a oportunidade de serem verdadeiros traders!

Gostou da publicação? Deixe seu comentário abaixo!

Opendime 2.0: A segunda maior revolução depois do Blockchain

Pendrive que serve como dinheiro vivo

Opendime é um pequeno stick USB que permite que você gaste seus bitcoins assim como uma nota de real, simplesmente dando ele a outras pessoas.

Diferentemente da Ledger Wallet, existe uma diferença crucial entre os dois: a sua usabilidade e descartabilidade.

A diferença entre o Opendime para uma Ledger Wallet é que ele não dá a oportunidade de o usuário fazer um backup da chave privada contida dentro do pendrive USB.

Pra revelar a chave, você tem que quebrar o lacre, logo se o lacre estiver violado a pessoa não irá aceitar o pagamento, pois sabe que o “segredo” já foi revelado e os bitcoins já foram gastos.

A principal diferença entre o Opendime e a Ledger Wallet é que o primeiro pode ser passado de mão em mão sem problemas. Depois que o lacre foi quebrado é só descarta-lo. Já o segundo é reutilizável, mas não é seguro para transferências físicas, pois podem ter feito backup da chave privada antes de entrega-lo.

Usando o Opendime

Para transferir saldo para o Opendime é simples: basta conectar o mesmo em um computador, e depositar a quantidade de bitcoins no endereço ou QR-code que irá automaticamente aparecer na tela. Depois é só entregar o USB para a pessoa que está recebendo o dinheiro.

Assim que recebido o pendrive, caso a pessoa quiser fazer o uso dos bitcoins, ela quebra o lacre indicado no manual do site, engata ele em um computador, importa a chave privada pra uma wallet e move os bitcoins que estão lá para a carteira que deseja.

10 vantagens de se adquirir um Opendime

1 — Pela primeira vez na história, ele transforma algo puramente digital em físico mantendo a sua escassez, impossibilitando a sua cópia.

2 — Também pela primeira vez na história, permite que o Bitcoin seja transferido sem taxas, a uma curta distância, de forma instantânea e 100% anônima.

3 — Permite ser transformado novamente em digital, podendo ser enviado via internet para qualquer lugar do mundo em alguns minutos por menos de R$5.

4 — Permite alguém guardar a quantidade de alguns trilhões de dólares em bitcoins no bolso.

5 — Pela primeira vez na história permite que a sua mãe e a sua avó usem Bitcoin.

6 — Versões futuras que barateiam a mídia em si vão permitir que milhões de pessoas e aldeias pobres com acesso limitado à tecnologia, Internet e eletricidade possam utilizar o Bitcoin.

7 — Vai enfraquecer o ouro e transferir dezenas de bilhões de dólares de outros ativos para a capitalização de mercado do Bitcoin.

8 — É Offchain, assim como uma Paper Wallet.

9 — O Opendime serve muito bem como Gift Card.

10 — Ele é físico e não fica passível a potenciais espionagens e/ou ataques de hackers enquanto dentro no seu bolso.

A Garantia de que o Opendime é seguro

Se caso um hacker tiver acesso à chave privada ele vai ter acesso também a uma recompensa (bounty) que vale 10 bitcoins fornecidos pela empresa. Uma vez usando o Bounty, todos saberão que o opendime é violável.

Depois que o Bounty for violado, basta que todos “abram” o Opendime e transfiram o bitcoin pra algum lugar, ao invés de passá-lo para frente como uma nota de real. Como ninguém vai guardar uma quantia muito grande num Opendime (porque se ele estraga é irrecuperável), o atacante sempre irá preferir pegar o Bounty de 10 bitcoins.

Isso quer dizer que a própria Opendime coloca uma recompensa junto à chave privada do Opendime. São duas chaves privadas. Uma delas tem a recompensa a fim de proteger o usuário. A recompensa é colocada na mesma chave em todos os Opendimes. Dessa forma se um dia acessarem a chave privada do seu Opendime, vão ter acesso só a esse prêmio.

Créditos: Felipe Micaroni Lalli

Tecnologia Blockchain começa a ser usada para registrar imóveis no Brasil

 A Ubitquity, uma startup Blockchain que fica na cidade de Dover, no estado de Delaware (EUA), anunciou que registrou propriedades privadas brasileiras em sua plataforma com a autorização de cartórios de dois municípios brasileiros. A empresa incorporou informações sobre as propriedades das terras na Blockchain do Bitcoin.

O programa que foi desenvolvido por americanos passou a parear os dados do Cartorio de Registro de Imoveis dos municípios de Pelotas e Morro Redondo, ambas cidades do estado do Rio Grande do Sul, com a Blockchain.

O sistema de registro da Ubitquity incorporará hashes de informações detalhadas como: endereço de propriedade, proprietário, número de parcela e classificação de zoneamento no bloco do bitcoin usando o Protocolo de Moedas Coloridas.

De acordo com os fundadores da plataforma, o programa é um esforço para a diminuição da burocracia dos registros de imóveis feitos em papel, substituindo-os por uma solução 100% digital e verificável de forma online, 24 horas por dia.

Os registros armazenados na cadeia de blocos do bitcoin são imutáveis, o que significa que eles não são suscetíveis a roubos, corrupção, danos ou fraudes.

A Ubiquity recebeu um licitação exclusiva do Cartorio de Registro de Imoveis para fornecer os serviços de registro descentralizados. Se o projeto for bem sucedido, a Ubiquity planeja franquiar seu software a outros municípios brasileiros interessados em migrar e parear seus registros na cadeia de blocos.

Segundo a CoinDesk, o fundador da Ubitquity, Nathan Wosnack, compartilhou que a primeira propriedade brasileira já foi incorporada a Blockchain, usando uma plataforma de registro imobiliário (embora tenha se recusado a tornar os detalhes públicos). Publicado em 30 de março, a entrada contém as informações de propriedade de um médico residente na cidade de Pelotas.

Uma iniciativa similar de registro de propriedades está sendo executada na Suécia onde a Autoridade de Registros de Terra de Lantmäterie é parceira do projeto startup blockchain ChromaWay, que visa registar negócios e propriedades em um ledger distribuído.

A interface permite que os bancos se conectem com indivíduos para agilizar o processo de compra e venda de imóveis.

Qual sua opinião sobre isso? Deixe nos comentários.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

15 razões para você realizar e receber pagamentos em bitcoin:

15 razões para você realizar ou receber pagamentos em bitcoin:

1 — As transações são mais rápidas que outros meios digitais.

2 — As transações são mais baratas do que pagamentos que exigem a intermediação de bancos ou de operadoras de cartão de crédito.

3 — Você mantem os seus próprios bitcoins, sem precisar confiar em bancos ou governos.

4 — Você mantêm a sua privacidade dos seus dados pessoais.

5 — Criminosos não tem como roubar as suas informações de pagamento.

6 — Não é uma moeda inflacionária, portanto ela valoriza com o tempo.

7 — Você não precisa confiar em governos ou bancos para que o sistema dê certo.

8 — A segurança da rede é feita pelo poder computacional dos mineradores e pelo registro público blockchain. É impossível hackear o sistema e é fácil de verificar se ele está funcionando 24h por dia.

9 — Cada vez mais pessoas estão usando, aumentando a valorização e o efeito libertador de rede.

10 — É possível criar uma carteira de bitcoins sozinho e em poucos segundos, sem precisar entregar suas informações para desconhecidos.

11 — A cada dia que passa, a procura pelo bitcoin aumenta.

12 — De acordo com o Google Trends, o aumento da quantidade de pesquisas relacionadas a bitcoins é constante. Da mesma forma, a base de usuários dobra a cada 12 meses.

13 — Já existem 1084 caixas automáticos de bitcoins no mundo e em 56 países diferentes, mais do que o dobro do que havia no começo de 2016.

14 — A empresa Localbitcoins registrou um aumento no volume de negociações da sua plataforma de 16 milhões de dólares por semana, em dezembro de 2016, para 32 milhões de dólares agora.

15 — É provável que, a menos que ocorra algum evento extraordinário, a moeda continue sendo adotada cada vez mais nos próximos anos, seja para comércio, especulação ou reserva de valor.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Um erro causa volume de U$10 mil doláres de Dash numa exchange brasileira

Alta em exchange brasileira

A ChamaleonBit passou por uma alta repentina no seu Market Cap.

Durante um test no sistema nesta segunda-feira (03/04,) ocorreu um erro que acabou  gerando um volume de compra da Dash superior à 10 mil dólares.

Observe o par Dash / Bitcoin:

exchange bitcoin

Segundo a Equipe da ChameleonBit – a exchange estava passando por um período de testes com o seu livro de ofertas e avisou a todos os usuários que iria congela-lo. Nesse mesmo comunicado, disse que as ordens tinham que ser retiradas do livro de ofertas.

Após o congelamento do servidor “main”, outro servidor de livro de ofertas com o nome de “test” foi ativado e os testes deram início.

Tempo depois, por um instante, a equipe foi testar a parte de negociações do livro, e sem querer ativou o antigo server “main” ao invés do “test”. Neste server, existiam ordens de venda antigas da moeda Dash no livro de ofertas, sendo ofertadas por 5 dólares.

O fato é que alguns dos usuários que ficaram cientes disso, quiseram manter as suas ordens de venda baratas no livro antigo, deixando elas de incentivo e apoio para os novos usuários da plataforma Chamaleon.

Resultado

Usuários que estavam online na plataforma, tiveram a oportunidade de comprarem as Dashs desse livro de ofertas antigo por 5 dólares na ChamaleonBit, enquanto em outras exchanges custava em torno de $70.

Esse foi o motivo da explosão repentina do marketcap da Chamaleon.

Um erro de teste de aproximadamente 3 min. gerou um volume de 9 BTC de compra da Dash. – ChameleonBit

A ChameleonBit é uma exchange de criptomoedas brasileira, e tem o diferencial do anonimato. Além da troca de criptomoedas diretamente pelo livro de ofertas, a startup também disponibiliza serviços como P2P anônimo com escrow, cofres e gavetas, mobile design – e conta com um suporte 24hs.

O que você achou sobre isso? Dê sua opinião nos comentários abaixo.

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Famoso anarquista pró Bitcoin está sob investigação depois de lutar contra o ISIS na Síria

Ideologia voluntarista

Bitcoin tende a atrair anarcocapitalistas voluntaristas. Mas poucos são tão comprometidos com a causa como Amir Taaki — um proeminente desenvolvedor da plataforma Bitcoin que está supostamente sob investigação depois de se juntar a um movimento anarquista na Síria para combater o ISIS.

anarcocapitalista

Com 29 anos, ele é um dos principais desenvolvedores do Bitcoin, e já foi nomeado pela Forbes como um dos jovens mais influentes na tecnologia.

Segundo relatos da BBC e da Wired, Taaki viajou para a Síria em fevereiro de 2015 para se juntar ao movimento Rojava.

“Quando descobri que havia uma verdadeira revolução anarquista acontecendo na Síria, senti: ‘Eu tenho que fazer isso’. Fui obrigado a ir ajudá-los”, disse ele ao Wired.

Taaki tem uma ideologia muito parecida com a do Roger Ver, outro importante indivíduo dentro da comunidade Bitcoin:

Taaki era anteriormente famoso por sua filosofia de vida voluntarista, e seu trabalho no software de carteira DarkWallet —uma carteira de bitcoins que faz transações usando a moeda digital privada irrastreável.

Uma vez na Síria, apesar de ter saído de casa com a intenção de oferecer apoio técnico, Taaki viu-se forçado a lutar.

“Fui enviado para a linha de frente. Eu não tinha treinamento, e me deram um Kalashnikov. Aprendi a usar a arma no caminho. Outro companheiro ocidental me mostrou como.”, disse ele à BBC. “Eu queria ir a qualquer outro lugar, onde minhas habilidades seriam úteis”.

anarcocapitalista

Ele diz que posteriormente forneceu um treinamento de software para a equipe, projetou um currículo padrão e ajudou a construir fábricas no local. “Meu principal objetivo era ir para Rojava, não porque eu tenha me oposto ao ISIS, mas sim porque eu apoio a revolução dos Curdos, apoio a sua ideologia política libertária e a sua luta”, afirmou. “É a única solução para uma paz duradoura no Oriente Médio”.

Amir Taaki

Ele retornou ao Reino Unido em 2016, foi preso, solto logo em seguida e passou o ano passado todo sob vigilância da polícia. Segundo as informações, as autoridades estão preocupadas com o fato de ele ter viajado para a Síria para apoiar ou se unir ao ISIS — algo que ele nega firmemente — e por isso, seu passaporte ainda não foi devolvido.

Amir Taaki

Um porta-voz da Polícia Metropolitana disse à BBC: “Todo aquele que retorna de participar do conflito na Síria ou no Iraque, deve esperar para ser revistado pela polícia para determinar se cometeu delitos criminais e para garantir que eles não representam uma ameaça à nossa segurança nacional”.

O Sr. Taaki já foi considerado um futuro bilionário.

Ele poderia ter trabalhado no Vale do Silício e desfrutar de uma carreira incrível. Quando indagado por um reporter da BBC, porque ele fez isso, logo veio a resposta:

“Mas eu não quero isso para mim. Estou feliz pelas minhas escolhas, para ser honesto, foi uma experiência importante para mim.”

O que você acha sobre a decisão de Amir Taaki? Deixe seu comentário abaixo.

Obrigado pela leitura!

Compre e venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior corretora de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br