domingo , 23 abril 2017
Microsoft Office agora pode certificar e verificar documentos na Blockchain do Bitcoin e Ethereum

Microsoft Office agora pode certificar e verificar documentos na Blockchain do Bitcoin e Ethereum

Não é de hoje que a Microsoft tem dado certa atenção para aplicações relacionados ao Bitcoin. Desta vez a empresa anunciou a implementação do complemento Stampery blockchain para o seu pacote Microsoft Office.

Basicamente os usuários poderão certificar e verificar documentos usando o blockchain do Bitcoin ou Ethereum. A Microsoft acredita que as organizações empresariais e os indivíduos precisam registrar e proteger documentos importantes todos os dias. A certificação e verificação imutáveis são cruciais para a integridade de documentos legais e contratos que não podem ser manipulados, explica a Microsoft.

“Uma alternativa para confiar numa única entidade (comercial, pública, governo, etc.) para manter essa prova de identidade segura é criado um hash do documento e esse hash é enviado para o blockchain publicamente acessível, como Bitcoin,” diz a publicação da Microsoft.

Uma vez que o hash dos documentos estão presentes no blockchain público, ele não pode ser alterado sem invalidar o hash. Essa abordagem garante a privacidade do documento e a disponibilidade dos dados para fins de validação futura.

blockchain

Como o programa Stampery funciona usando o Microsoft Office.

Certificação e verificação no blockchain sem sair do Office

A Microsoft diz que eles utilizaram uma API segura para introduzir o add-in Stampery para o Microsoft Office e Outlook sem sair do programa. Isso significa que os botões de certificação e verificação na blockchain podem ser encontrados na barra de ferramentas do software. A Microsoft detalha como o processo funciona na interface do usuário da plataforma;

  • Certificação: Pressionando o botão de certificação chama uma função JavaScript no Office. Essa função cria o hash do documento e envia o hash sha-256 para um servidor Node.js como um REST call, portanto o documento nunca deixa Office. O servidor Node.js é executado como um Azure App Service e mantém uma cópia do hash para posterior verificação antes de chamar a Stampery API com o hash. O serviço Stampery então coloca o hash no blockchain público do Ethereum e do Bitcoin.
  • Verificação: Pressionando o botão de verificação chama a função JavaScript do processo de certificação novamente, que cria o hash do documento e o envia para o servidor Node.js como um REST call. O servidor Node.js em seguida, chama a Stampery API para acessar o hash original do documento em ambos blockchains.

Os botões de certificação e verificação do Stampery podem ser acessados dentro do aplicativo do Office sem precisar sair.

A melhor solução para clientes individuais e empresas

A Microsoft acredita que a adição do Stampery à plataforma Office permitirá aos usuários empregar um método mais seguro de armazenamento de documentos. Além disso, a empresa de tecnologia acredita que os clientes empresariais vão achar o recurso muito útil, já que a aplicação poderá garantir a validade de uma documentação importante da empresa.

O add-in Stampery Office é de código aberto, e o protocolo pode ser revisto no Github.

O que você achou dessa nova ferramenta? Será que vai afetar serviços tipo cartórios? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Sobre Eduardo Guimarães

Sou um amante de inovação, moedas digitais, tecnologia e marketing. - Gostou do meu conteúdo e quer me apoiar, pague-me um café ☺ Ƀ: 3PpkwjUrvDWa6YEtSMXCGLPorkDs6CrYGQ
  • Marcus P

    Será que isso não vai encher de lixo o blockchain? Minerar já é um problema e se gasta uma conta de luz absurda e se essa moda pegar vai ter cada dia mais porcaria lá.

  • Rodrigo Alberto

    Também coloco a mesma questão, aquilo já é lento por razões ainda pouco claras. Será que interfere na sua lentidão/rapidez?

  • Daniel Mauricio Kamers

    Estupidez, colocar algo sem valor público (apenas entre partes) na blockchain. Acho que isso vem de gente que conhece a tecnologia, mas não sabe realmente o que é moeda/valor.

    • Marcell Chaveiro Silva

      Se eles pagarem a fee da rede, e problema deles, … e se engana em dizer que isso não tem valor.. oO

      • Daniel Mauricio Kamers

        …público. Isso significa tornar o sistema mais caro para todos por um interesse apenas de quem registra (ocupa).

        • Marcell Chaveiro Silva

          ao mesmo tempo eles tornam aqueles que tem moedas mais ricos.. e aumentam ainda mais a segurança da moeda oferecendo taxas…

          cada um usa do jeito que encontrar melhor.. uso de registro no momento é os menores problemas do bitcoin.

          • Daniel Mauricio Kamers

            Nonsense… um registro que não vale nada. 🙂 Em algum momento isso vai ficar mais claro pros usuários… calma, a gente chega la. Um ‘voto’, talvez seja o único uso útil da blockchain alem de sua vocação natural e inevitável de ser moeda. Mas como não existe voto sem identidade, e como ainda não esta claro como pode existir uma identidade na blockchain, eu ainda acho essa ‘mania’ (que pra mim vem de falta de conhecimento sobre moeda/valor) de alguns setores tentarem extrapolar a blockchain para uma ‘base distribuída’. Serve como mera analogia (técnica), mas fica anos-luz de distancia de descrever o que e’de fato a blockchain e porque funciona (e não tem como não funcionar… assim como não tem como você eliminar o conceito de `moeda’ do mundo – mas sempre tem um maluco ou outro que tenta). O ‘valor’ intrínseco de cada registro, vem da confiança de todos e cada um, e não de um ou alguns grupos. E’ um ativo – porque e’ para todos e cada um, e não ha nada que ninguém possa fazer a respeito. colocar uma “informação” ali como se tivesse algum valor e’ como usar papel-moeda para escrever seu nome. apenas uma coisa irritante e sem propósito, mas que infelizmente também não ha como evitar.

          • Daniel Mauricio Kamers

            alias acho essa mania de chamar de ‘ledger’ uma piada… uma tentativa de aplicar o conceito do sistema financeiro tradicional (de livre emissão/manipulacao) `as criptomoedas. Talvez seja para as pessoas não pirarem e correrem para as montanhas ao se dar conta do que e’ dinheiro… E’ como essa mania de associar `entropia’ com ‘desordem’… alguém fez uma analogia para explicar e o povo ja começa a ver coisas… Esse tipo de coisa não tem como explicar… cada um tem que ‘acordar’ e perceber por si so’…

          • Marcell Chaveiro Silva

            em resumo, registro não são gerados para criar valor, apenas para comprovar criação e não alteração do documento.. a questão de validade diante de uma disputa, no futuro talvez sejam criados registro. Um registro basta ser reconhecido por outra pessoa, ou uma prova incontestável da criação daquele registro.. o valor é consequência de uma demanda de pessoas querendo escrever nesse livro, não existem muitos meios digitais que validam documentos.. não foi feito p isso.. os proprietários da moeda a usam da forma que acharem melhor.

            Q questão toda é veracidade, e integridade de documentos.. não faço a menor ideia do uso prático disso.. os portadores da moeda, as usam do jeito que achar melhor..

            A questão do voto é legal, ai precisaríamos de alguém ou um grupo no controle desse livro para dar direito de voto individual, agora por poder econômico como ocorre nas empresas não é muito dificil.. já existe o conceito.

          • Daniel Mauricio Kamers

            Assinatura digital de documentos é mais trivial do que andar pra frente. Você usa diariamente ha décadas. Mesmo nesse caso, é o que a MS faz no documento. Colocar na Blockchain nao agrega nada. Não tem mistério nenhum em existir um “cartório eletrônico”. Cada país tem o seu (onde o lobby dos cartórios deixa). E Mundialmente, isso não é um problema. Um registro não vale nada sem um “poder de polícia” associado (um governo). (Isso NAO acontece para MOEDA). Usar Blockchain como ledger é tosco, desculpa. Mas, as pessoas e empresas são toscas, é a vida…

  • Marcell Chaveiro Silva

    Por essas e outras razões que a blockchain tem que ser limitada.. mas não se enganem.. isso gera muito valor para a rede…