quarta-feira , 18 janeiro 2017
1xBit
Como se Determina o Valor do Bitcoin?

Como se Determina o Valor do Bitcoin?

Explicando como se determina o preço do Bitcoin pela Teoria do Valor Subjetivo.

Você já se perguntou o que é valor?

Bom, valores são critérios existenciais individuais. Valor é importância que você dá a algo ou alguém em uma escala de zero ao infinito. Ex.: Nossos pais nos deram a vida. Portanto, isso é um critério positivo, então o valor dessas pessoas é alto para nós.

Dependendo do critério que é usado, a resposta pode ser diferente. Ex.: Pedro rouba o dinheiro de João por meio de ameaças. Portanto para João o roubo é um critério negativo, então o valor da pessoa Pedro é baixo para João.

Isso também acontece quando você quer colocar valor a um produto ou serviço.

Ex.1: Bitcoin é um sistema descentralizado e independente de governos e bancos, ainda por cima, não cobra taxas para ser usado. Portanto, isso é um critério positivo, então o valor dessa criptomoeda é alto para mim.

Ex. 2: Moeda Fiduciária estatal é controlada por um sistema burocrático e contribui para o lobby do sistema financeiro feito pelo banco central. Portanto, isso é um critério negativo, então o valor dessa moeda é baixo para mim.

Valores altos e baixos são determinados por critérios, que se manifestam por gostos individuais. Existem pessoas que ao contrário do escritor desse texto, preferem usar a moeda estatal (Real) ao invés de Bitcoin por exemplo. E é por isso que o valor depende individualmente de cada pessoa.

Portanto, algo só se torna valoroso se tem serventia, se individualmente tem reputação ou utilidade para um ser humano. Essa é a afirmação que fundamenta a Teoria do Valor Subjetivo, formulada por Carl Menger, fundador da Escola Austríaca de Economia.

Bom mas o que a Teoria do Valor Subjetivo tem a ver com o preço do Bitcoin?

Valor é diferente de preço, já que preço é determinado pelo mercado. Depende assim, do equilíbrio entre a oferta e a demanda do que se valora.

O Bitcoin já mostrou que é valorizado no mercado por diversas pessoas, que colocando seus critérios individuais em ação, singularmente compram e vendem bitcoins por um determinado preço condizente com o equilíbrio entre a oferta e a demanda. Todos esses valores subjetivos individualmente colocados nessa criptomoeda, são subjetivamente precificados, o que dá corpo e forma a competição do mercado, produzindo assim, a média do preço dessa mercadoria.

A média de preço do Bitcoin está em algo entre R$ 2736,43 e R$ 2739,60.

A demanda pela mercadoria só surge quando existe uma necessidade de se adquirir ela, pela utilidade que ela mostra ter subjetivamente para cada ser humano em questão.

Uma mercadoria não tem valor por ter somente uma única utilidade, até porque o ser humano pode criar diversas utilidades marginais comparadas a principal utilidade dada a essa mercadoria.

Dinheiro feito de papel, pode ser utilizado como papel-higiênico por exemplo. Acredite se quiser: é quase isso que acontece na Venezuela nesse momento, devido a destruição da economia pela expansão de oferta monetária do bolívar, com aval do banco central.

Este é o montante de cédulas, necessárias, para se comprar 1kg de queijo na Venezuela.

E é nesse cenário que tem gente que está começando a largar a moeda fiduciária, logo depois que soube da existência da tecnologia disruptiva por de trás do Bitcoin.

Compre e Venda bitcoins de maneira rápida e segura na maior bolsa de bitcoins da América Latina: https://foxbit.com.br

Sobre Israel Finardi

Libertário, Agorista, estudante de Arquitetura, Cripto-anarquismo, Programação, Criptografia, Tecnologia e Economia Austríaca, sendo um enorme entusiasta do Blockchain, do Bitcoin e das Altcoins.