domingo , 19 fevereiro 2017
6 Dicas para Proteger seus Bitcoins
06 dicas para proteger seus bitcoin

6 Dicas para Proteger seus Bitcoins

Se você possui bitcoin, você já deve ter ouvido alguns relatos de acontecimentos sobre alguém ter “roubado” bitcoin da Wallet ou até mesmo terem feito transações sem nem mesmo você permitido.

Isso se deu devido ao fato desses usuários não seguir algumas dicas simples de segurança em armazenar seus bitcoin, o que vou mostrar aqui você pode replicar para qualquer tipo criptomoeda , mas lembre-se, tem que ser feito com o máximo de cautela quaisquer descuido você poderá ficar sem acesso aos seus bitcoin.

Segurança nunca é demais, desde que seja aplicada de forma correta.

Gerenciamento de sua chave privada

Essas daqui é uma daquelas dicas que ao conhecer o Bitcoin, você já é orientado sobre ter a custódia de suas chaves privadas, mas o problema não é ter posse dessas chaves e sim saber onde guardá-la e principalmente a importação para aplicações web como apps em smartphone.

Recomendação: Sempre mantenha sua chave privada guardada em locais seguros e principalmente mantenha ela totalmente criptografada.

Mantenha seus dispositivos atualizados

Regra básica, se você o Bitcoin core em seu computador ou usa algum app no seu smartphone, mantenha todas as aplicações atualizadas, pois as chances de algum mal intencionado aproveita alguma falha de segurança de algum software mínimas.

Recomendação: Se você alguma carteira online, mantenha principalmente seus navegadores atualizados e constantemente verifique a existência de possíveis extensões, outra opção é você utilizar ambientes seguros como é o caso de Sanbox, ferramenta disponibilizada por boa parte dos antivírus, através desta aplicação é praticamente impossível que algum Keylogger realiza  captura de informações.

Criptografar suas chaves privadas

Todos os software disponíveis para criação de carteira, tem esta possibilidade de proteção da sua carteira, mesmo assim sempre use as opções disponíveis para proteção de sua carteira.

Recomendação: Ao criar esta senha para proteger suas chaves privadas, nunca use senhas de outros serviços, como redes sociais ou serviços de e-mail. A dica é gerar uma senha contendo, número, letras maiúsculas e minúsculas e caracteres especiais, alguns apps ainda tem a possibilidade de você adicionar um PIN e uma sequência de 12 palavras chaves para aumentar ainda a proteção.

Autenticação em dois passos

Como o nome já sugere, mesmo que alguém descubra sua senha, sempre será solicitado uma outra senha, que são geradas de formas aleatórias, por apps como o Google Authenticator e Authi que deve está devidamente associados a sua conta.

Sempre que usar alguma carteira online, procure de imediato como ativar esta função e quais são os procedimentos de desativação caso você perca seu smartphone.

OPS! Cuidado!  Este procedimento é inútil se o servidor é ou serviço for hackeado.
Talvez você já tenha chegado a esta conclusão, espero que sim: ” Nunca guarde as suas economias (grandes quantidades) em um serviço on-line.”

Backup, “quem tem um, tem nenhum”

Se é você que faz a custódia de suas próprias chaves privadas, eu espero que sim, sempre realize backup, que nada mais é cópias de seguranças. Você pode fazer isso de diversas formas, diretamente o software que gerencia sua carteira e logo em seguida criptografar o arquivo que contém estas chaves.

Recomendação: Você pode usar serviços na nuvem, como Google drive ou até mesmo usar um pendrive exclusivo para esta finalidade, a desvantagem de você usar um pendrive é uma possível danificação ou até mesmo sobrecarga no dispositivo vindo a corromper todos os seus backups. Nunca armazena estas chaves privadas em texto puro, lembre-se sempre de criptografar, e proteger com senhas, até o Winrar ou 7zip faz isso.

Backups é sempre importante, lembre-se é o seu dinheiro que está em jogo. Eu acho que você não quer passar pela situação do  James Howells, que jogou fora um disco rígido (HD) com 7500BTC (que equivale hoje cerca de R$19 milhões) e ainda ele está em turnê pelo  seu país para tentar  localizá-lo .

Paper Wallet em cold storage

Resumindo paper wallet é uma forma de guardar seus bitcoin em formas físicas, a exemplo o papel. Consiste basicamente gerar e imprimir um par de chaves pública/privada, já em cold storage a chave privada é gerada e mantida offline.

Recomendação:

  1. Use sempre um sistema operacional limpo, como uma distribuição Linux a partir de pendrive.
  2. Use uma aplicação que seja possível criptografar a chave privada.
  3. Mantenha o computador desconectado da rede durante o procedimento de gerar as chaves
  4. Caso deseje imprimir, faço o procedimento em uma impressora sem wifi.
  5. Há já ia me esquecendo, você pode seguir todo o passa a passo para criar sua Paper Wallet no nosso artigo Como criar uma paper wallet.
  6. Agora basta seguir todas recomendações acima.

Nossa complicado tudo isso! Calma, se você deseja realmente segurança para seus bitcoin, não custa nada você seguir essas medidas de segurança, e claro reserve um bom tempo, para ter mais informações sobre cada etapa aqui citada, porque medidas excessivas de seguranças mal adotadas podem resultar em problemas maiores inclusive perder acesso a seus bitcoin.

Conclusão

É claro que o nível de tanta paranoia deve sempre proporcional à quantidade de bitcoin que você possui, o seu gerenciamento dependem de cada um. Mas lembre-se que o seu banco Bitcoin é você, você é o responsável da sua segurança e você pode definir seus próprios meios para se proteger.

Sobre Tayrone Santos

Entusiasta em criptomoedas. Trabalhos educativos na utilização do bitcoin no Brasil, segurança de dados e voluntário no projeto SimetBox do NIC.br. - - Gostou do meu conteúdo e quer me apoiar, pague-me um café ☺ Ƀ: 1TayV1RJDqFN1Dq7yCQpqvyM12YRxfu4r